domingo, 26 de junho de 2011

26º. Dia – Dízimo de tudo


Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros e transbordarão de vinho os teus lagares
Provérbios 3.9-10
            Uma coisa é certa: a semeadura é uma lei espiritual que guarda um grande segredo: a benção do Senhor. Não é uma coisa que é feita por necessidade pessoal ou divina (pois Deus não precisa do nosso dinheiro); dizimar e ofertar é uma atitude espontânea do coração.
Deus não precisa do nosso dinheiro, porém, a bíblia fala sobre isso para que a igreja do Senhor e os necessitados sejam supridos. Assim como a igreja tem despesas que precisam estar em dia, os carentes também precisam ser socorridos em suas necessidades. A semeadura não é só “dar”, é dar o melhor! Quando você dá a Deus sua primícia, ou seja, o que é primeiro, o que é mais importante, de maior valor, o que é inteiro e não resto, você colhe da mesma forma. É por isso que Deus abençoa aqueles que ofertam e dizimam suas primícias com alegria na sua casa!
Gosto de pensar na idéia de que Deus foi o primeiro a dar sua primicia. Ele tinha o de melhor, Jesus, quando enviou pra nós para que pudéssemos ter reconciliação com Ele. Desde que comecei a trabalhar na vida eu sempre abençoei a casa de Deus com minha renda. Esta foi uma lei espiritual, um segredo de provisão que aprendi bem cedo e bem rápido.  Por alguma razão meu coração sempre foi muito aberto pra abençoar a casa do Senhor e as pessoas e Deus sempre me honrou.
           Renato e eu conhecemos um casal que estava passando por vários problemas, porém estavam se acertando financeiramente. Quando conversei com um deles, a ausência do dizimo era clara. Para mim estava explicado o motivo de tanto enrosco na vida deles.  Um deles queria ter o nome limpo, dizimar, enquanto para o outro isto não era uma prioridade. Enquanto um queria guardar, o outro só pensava em gastar, havia ali portanto, uma casa dividida. Não pense que casar é só na “alegria”. No casamento duas pessoas são uma só diante de Deus, uma só carne, portanto, não existe mais o “meu dinheiro” e o “seu dinheiro”. Quando a gente casa os salários se tornam um só porque é o dinheiro da casa. Por falta desse entendimento sobre o dinheiro á luz da palavra de Deus, é que finanças está entre as principais causas de separação entre casais.
Acho importante falar de dízimos e ofertas no nosso diário porque se queremos ser abençoados precisamos aprender a ser fiéis com o Senhor. Quando eu estava estudando, com todas as dificuldades, eu sempre devolvia a Deus aquilo que é dele mas também já errei. Houve uma vez há muito tempo que não dizimei, mas logo no mês seguinte eu achei que deveria “repor”; mesmo assim eu me senti muito mal para nunca mais. O dizimo nunca foi o “gasto” do meu orçamento, mas sim, parte vital dele.
Quando eu estava para me casar também, imagine dizimar quando se tem contas pra pagar e quando seu noivo está desempregado? Não é fácil, mas quando você sabe do segredo da semeadura você só confia que a palavra de Deus não voltará vazia. Na época em que me preparava para casar o Senhor proveu tudo do que eu necessitava e sabe aquela parte do casamento em que se passa a gravata? Pois é, Deus mais uma vez nos abençoou ali também e claro, dizimamos nossa ”gravata” ao Senhor, digno de toda a glória!
            Abençoar a casa de Deus abre portas para milagres. Todas as vezes que aqui em casa achávamos que não teríamos condições de pagar alguma conta, ou que faltaria algo e casa por causa de alguma situação, ainda assim, não deixávamos de dizimar. O Senhor sempre preparava algo para suprir aquela necessidade e por isso hoje podemos testemunhar que Deus jamais nos abandonou!
Talvez este seja um assunto que te incomode, mas fique tranqüilo. Com posicionamento e a ajuda do Espírito Santo sua vida financeira será uma benção e isso é essencial em um casamento saudável. Hoje em dia existem vários programas na internet e livros sobre finanças pessoais para casais que vale a pena dar uma conferida. Graças a Deus também há igrejas preocupadas em dar cursos sobre finanças. De qualquer forma, quanto mais você se “equipar” sobre o assunto e ser fiel ao Senhor, mais Ele te honrará.
Peça ao Senhor para Ele abrir os seus olhos, caso você queira entender melhor e contribuir. Fique atento sobre o que ocorre na sua vida e deixe para trás todo o embaraço. Muitas vezes, você que é cristão, vive uma vida de embaraço porque há uma brecha nesta área de finanças e principalmente pela falta de dizimar. Te encorajo a ter uma atitude de fé para dizimar e ofertar ao Senhor. Você vai ver como milagres podem acontecer!


Para meditar: II Co 9, Provérbios 3.5-10, Malaquias 3.8-12, Salmos 127.2


Canção de oração: Heart of Worship – Matt Redman (tradução aqui)

Curtiu o Blog? Registre aqui!