domingo, 12 de junho de 2011

12º. Dia – Sexo é benção – Parte II


“Seu valor muito excede o de jóias finas...” – Provérbios 31.10
Antes de começarmos, quero desejar a todos um Feliz Dia dos Namorados, seja solteiro ou namorando. Vocês são preciosos para Deus. Valem mais do que tesouros e para pessoas especiais como os filhos dele, Deus tem bençãos especiais! Que todos nós, independentemente do nosso estado civil, vivamos a vontade plena de Deus que é boa, perfeita e agradável!
Continuando o nosso tema, o mais engraçado de tudo é que quando você casa, depois de um tempo, os fluidos genitais é o que menos importa. O sexo é importante sim, mas no final, o que fica mesmo é o companheirismo, a cumplicidade. Aquele fogo que você sente quando se é solteiro, desaparece e aí quando você casa você pensa algo como: “nossa sexo é isso?. Eu imaginava diferente”. Não é que você se frustra, mas a idéia de sexo muda e seja qual for sua visão, você vai perceber que o sexo é diferente quando se é solteiro e depois de casado. Para quem já se casou é uma área que precisa de atenção especial. É muito fácil cair na rotina quando se é casado, e aí cabe vigiar nesta área e não esquecer que mesmo que não seja tudo, o sexo é importante no casamento e faz parte dele.
         Sexo não é do diabo. A pornografia, a promiscuidade, a perversão, a lascívia e toda a forma de distorção sim. Sexo é benção e Deus quer que você tenha uma vida sexual abençoada, saudável. Porque há tantas doenças sexualmente transmissíveis, tantos filhos sem pais ou com a casa toda desestruturada, tantos abortos, tanta rejeição? Deus nunca quis que o sexo fosse praticado assim, mas na segurança de um casamento, da estrutura de uma família.
      Se você acha que sua vida sexual não tem sido saudável,  saiba que Deus pode transformar em algo novo. Deus nunca nos rejeita. Com certeza você e eu dependemos da graça salvadora do Senhor para termos nossa vida e nossa mente renovada pra entendermos o plano perfeito Dele na nossa vida. Uma mente renovada, tem uma vida transformada.
       Independentemente de você ter ou não uma vida sexual ativa, antes de se casar, procure um médico e entre no casamento sexualmente saudável. Pode ser meio desconfortável mas é legal se cuidar. Eu morria de vergonha de ir ao médico e só adiava até que tomei coragem e fui alguns meses antes de me casar. Minha médica me olhou com aquela cara de proteção de tela do Windows tipo: “não acredito que você ainda é virgem”, mas superei e não me arrependi de ter ido. Essa médica tem me acompanhado e cuidado bem da minha saúde e não tenho o que reclamar até agora. Deus nos dá um casamento abençoado mas existem coisas que por amor ao outro, nós temos que fazer também.
         O pecado nos separa de Deus e peca todo aquele que se precipita, que faz aquilo que pesa no coração. Mas, se você não quer se casar mas quer sair fazendo sexo por aí, lembre-se que para cada ato há uma consequencia. Ainda assim, Deus é um Deus de amor. Se você sente que fez algo errado, Deus é o caminho do arrependimento pelo qual você pode correr. Deus tem a benção pra nós e cabe a nós escolher o melhor caminho. Tenha consciência pelo menos de se proteger e seja responsável e trate a pessoa da forma como gostaria de ser tratado. 

        Não peque mais. Veja o valor que você tem para Deus. Ame a seu próximo como a si mesmo. Pare, pense e tome uma posição. Confie que o Senhor dará o melhor, uma pessoa para você desfrutar de um relacionamento abençoado por Deus.

Para meditar: II Timóteo 2.22, Gálatas 5.19-21, Romanos 12.2, I Tessalonicenses 4.3-8, Provérbios 31.10
Canção de oração: Everything - Lifehouse (tradução aqui)

Curtiu o Blog? Registre aqui!