sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal!


Oi pessoal, estamos no natal!
      Nessa época todo mundo fica mais sensível, mais bonzinho e tudo fica mais bonito (inclusive as decorações!). São muitos os presentinhos, as felicitações, as confraternizações que o mês passa que a gente nem vê.
          Entretanto, acima de tudo isto, não vamos nos esquecer da mensagem principal deste dia: Jesus. Jesus é a razão de existir todos os nossos dias, é o motivo para adorarmos a Ele todos os dias, e no Natal, lembrarmos mais uma vez do Deus Emanuel (Deus Conosco) que veio tirar o pecado do mundo e nos reconciliar para sempre com Deus.
          Aproveite esta oportunidade para falar do amor Dele para seu próximo. Jesus morreu, mas venceu a morte e vive entre nós!. Enquanto trocamos presentes com nossos amados, porque você não oferta algo para o Senhor? Que presente você poderia dar ao seu Salvador?
          Abaixo, vou colocar a letra de uma melodia que compus há alguns anos. Foi um singelo presente para o Senhor. Canto-a no meu coração, mas sempre penso na letra dela. Bom é sermos crianças,  nos encontrarmos e vivermos para sempre com Jesus.

Bom é ser criança, sob os cuidados do Senhor
Bom é se entregar a Ele que primeiro nos amou
Bom é não chorar nesta noite tão feliz
Noite tão maravilhosa, que nos lembra Jesus

Refrão

Sou tão feliz, sou tão feliz com meu Jesus
Pois seu nascimento, mudou toda a minha história
Noite feliz, noite feliz você terá
Não só no natal mas sempre, quando Jesus em sua vida entrar

Por amor ele nasceu
Por amor ele morreu
Por amor de mim, ressuscitou
Pra mudar a minha história

          Que o Natal seja um tempo pra você de renovo, de reconciliação, de vida nova e perdão. Um tempo de oportunidade para Jesus entrar e dirigir a sua vida.

Feliz Natal para você e seus amados!
Jack e Renato



domingo, 19 de dezembro de 2010

Ficar quieto para se ter paz

Oi amados


          O processo de vaso e oleiro é bem interessante: o oleiro vem, amassa aqui, amassa ali, passa o rolo, tira as pedrinhas do meio do barro, coloca no descanso e depois na prova de fogo. Alguém se identificou com esta situação?
          Se o vaso pudesse falar provavelmente seria um “Ai”. Se o vaso for mulher, só Deus sabe quantas palavras sairiam..rs
          O interessante nisso tudo é que quando estamos sendo trabalhados pelo Senhor, precisamos a aprender a fechar a nossa boca, a ficarmos calados. O objetivo disso, além de domar a nossa língua para não maldizer, para evitar palavras que não sejam agradáveis a Deus e ao nosso próximo, simplesmente é para vivermos em paz no meio da tribulação. Muitas vezes, no meio da tribulação que já é uma fase difícil que passamos, a situação piora simplesmente porque não conseguimos ficar quietos.
          Quando somos provados queremos questionar isso e aquilo. Quando somos injustiçados queremos tirar satisfação. Quando nossos amigos nos dão as costas, queremos nos vingar seja com atitudes ou com palavras. Quando quem amamos não nos dá valor, nos sentimos esquecidos. Seja qual for a situação, calar para se ter paz pode ser uma atitude muito sábia se você entende que o momento pelo qual está passando, é pela permissão de Deus para te ensinar alguma coisa. E lembre-se: esse momento vai passar.
          Na minha mesa de trabalho (já mencionei antes que) tenho um livrinho com frases cristãs. De acordo com o momento que estou vivendo, coloco sempre uma frase que vai me fazer refletir, me faz lembrar algumas coisas e me ajuda a tomar cuidado quando quero falar ou reclamar de alguma coisa. É uma pequena “pérola” que divido com você:
Se não pudermos dizer nada de útil, não devemos dizer coisa nenhuma”-D. M. Loyd-James
          Nem sempre, quando as mãos do Senhor está sobre nós para trabalhar em nós, será um momento agradável. Nessa hora vamos desejar a presença de pessoas que consideramos muito e muitas vezes isso não vai acontecer. Estaremos isolados e sozinhos para que, se tivermos de falar alguma coisa, seja somente nos pés do Senhor. 

No amor de Cristo, Shalom
JS

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Receita de Torta de coco e morango - Que delícia!

Oi pessoal, graça a paz :)
Após alguns dias em casa, preparei uma super sobremesa que eu não fazia há muito tempo! Eu tinha a receita guardara por 13 anos, até que eu a encontrei no meio das minhas coisas. Foi muito legal achá-la e fazê-la de novo pois senti novamente o prazer de cozinhar. Bom, quero dividi-la com vocês e espero que gostem. É uma delícia e um motivo pra agradar alguém é claro!

****

Tempo de preparo: uma hora
Rendimento: 6 porções (mas na minha versão deu bem mais que 6)
Uso: sobremesa
Grau de dificuldade: fácil
Custo: $$ (médio)

Igredientes:

200 g. de biscoito tipo inglês (bolachas do tipo "champagne")

Para calda de morango:
3 copos de água
6 colheres (sopa) de açucar
2 xícaras (chá) de morangos cortados em metades (Para minha segurança, comprei 3 caixinhas de morangos).

Para o creme:
Uma lata de leite condensado
A mesma medida de leite comum
3 gemas

Para a cobertura:

3 claras batidas em neve
3 colheres (sopa) açucar
1 lata de creme de leite
1 xícara (chá) de coco ralado seco
Morangos inteiros
Folhas de hortelã




Preparo:
  1. Coloque as bolachas no fundo de um pirex (ou uma travessa), uma ao lado da outra (aqui eu fiz 2 camadas de bolachas)
  2. Leve ao fogo a água e o açúcar. Espere ferver e engrossas, até formar uma calda rala. Junte os morangos picados e cozinhe por alguns minutos. Retire do fogo, espere esfriar e despeje sobre as bolachas no pirex/travessa.
  3. Bata os igredientes do crème no liquitificador. Despeje numa panela e cozinhe até engrossar. Em seguida, espalhe sobre as bolachas.
  4. Bata as claras em neve e junte o açúcar formando um suspiro (aqui bati tudo na batedeira, começando pelas claras e fui juntando o açucar aos poucos). Adicione o creme de leite, bata por mais alguns minutos e espalhe sobre o creme. Cubra com coco ralado e decore com alguns morangos e folhas de hortelã. Leve a geladeira por 2 horas (eu deixei na geladeira de um dia para outro)

Dica: Na cobertura, após colocar o coco ralado, pode colocar também canela em pó para dar um toque especial no saber. Fica muito bom!!!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Reflexões da minha nova vida

Oi pessoal, a paz!!!
            Desde o dia 02 não escrevo novos posts. O motivo é que parei alguns dias para organizar algumas coisas e como sempre, tirei alguns poucos dias para viajar para um lugar legal e refletir sobre minha vida. 
          As vezes é bom parar pra pensar e sonhar. Quem não sonha, não vive. Nessa minha recente viagem conheci um senhor de 80 anos que disse não ser rico, mas tinha o que queria para viver feliz: uma casinha no interior de SP, aposentado com seus filhos criados e formados. Há nove anos ele viaja para Goiás para descansar e desfrutar o que tanto trabalhou. Numa piscina enorme de água quente, ele e suas compadres contavam histórias para o Renato e eu sobre as novidades da década de 70.
          Nessa mesma viagem, conheci outro senhor: um negro forte, típico da África. Não deu outra, ele era natural da Nigéria, radicado no Brasil há nove anos. Com seu português cheio de sotaques, só sabia nos dizer uma coisa: seu time preferido (o Santos) e sobre viajar pelo mundo, pois há muito o que viver e conhecer.
         Essa viagem surgiu num momento especial para mim em que, de algum tempo para cá sinto que está tudo "de cabeça para baixo". Aquilo que parecia estar terminado, na verdade não estava...aquilo que parecia estar ok não estava, aquilo que parecia ser completo, incompleto estava... quem já passou por isto? Deus resolveu me dar um chacoalhão!
         Agora estou reflexiva. Minha mente não para um segundo de tantos pensamentos e planos para o ano que vem que as vezes parece que vou ter um "piriri". Mas graças a Deus, tenho sentido o Senhor comigo e com minha casa, trabalhando em mim para operar através de mim.
      O ano ainda não acabou mas sinto que conquistei muitas coisas. Perdi outras muito preciosas também. Experiências que vivi e outras que estou vivendo, mesmo que esteja doendo, para que no final eu seja uma pessoa melhor ao saber que todas as coisas cooperam para o meu bem. Agora não posso abrir muitas coisas para vocês, mas com certeza, em breve compartilharei essas experiências que Renato e eu temos vivido. Este ano para mim foi um ano de vitória também, principalmente para o Renato. Muitas bençãos que estávamos lutando e esperando, finalmente foram liberadas sobre a vida dele e isso realmente me deixa muito feliz! 
         Conhecer aqueles senhores foi algo único. É preciso saber ouvir o que diz a voz da experiência. As vezes deixamos de crescer porque achamos que sabemos tudo. Pessoalmente, sinto que estou vivendo algo novo neste ano. Não sou mais uma menina e com certeza não sou mais a mesma pessoa que começou a escrever há cinco anos no Blog (desde o antigo blog) ou de janeiro para cá. 2010 foi um ano marcante e acho que o que uma das coisas que jamais vou esquecer foi ter escrito o "Diário de Oração", um sonho para mim. Não consigo imaginar como consegui escrever tudo aquilo! Só pela graça mesmo!
      Resumindo minha nova vida está assim: parando, pensando, projetando, jogando fora os velhos hábitos, as velhas coisas para vir as novas, amigos que vem e vão, ouvindo, absorvendo o mundo, filtrando idéias, confiando no Pai e desafiada a viver pela fé, sem a qual não posso agradar ao Senhor. 
       E você, já refletiu como anda sua vida? O que conquistou este ano e o que fará no ano que vem? E onde fica Deus em tudo isto?

Com carinho
JS          

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Resistindo ao dia mau

“Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau, e havendo feito tudo, ficar firmes.”  (Efésios 6.13.)

          Ninguém está imune ao chamado dia mau. Ele pode chegar por meio de um diagnóstico médico, o qual apresenta uma enfermidade, da morte, do desemprego, da traição, da inveja... Enfim, esse dia fere a nossa alma. E neste exato momento pode ser que você esteja passando por ele, pois o Senhor já nos alertou em sua Palavra que os dias são maus.
          A Palavra nos ensina que podemos resistir a este dia, até mesmo porque o mundo jaz no maligno (1 Jo 5.19); tudo depende em quem estamos firmados. Se nos firmamos em coisas ou pessoas, provavelmente seremos destruídos quando este dia chegar. Se quisermos resistir, sobreviver a este dia, não há outro modo a não ser se revestir da armadura de Deus.
          Há muitos crentes que fracassam quando chega o dia mau por não estarem revestidos, cobertos da armadura de Deus. A Bíblia descreve esta armadura e suas armas, são elas: 

- Cingidos os lombos com a verdade: Seja verdadeiro. Por mais que doa ou seja difícil, não queira a mentira.
- Vestido com a couraça da justiça: Seja justo. Nosso senso de justiça não é o de Deus. Entretanto, quando estamos Nele, o próprio Deus nos dá discernimento e assim podemos agir de acordo com sua justiça.
- Pés calçados com a preparação do evangelho da paz: Seja um agente da paz. Gaste suas energias para pregar as boas novas, tenha uma boa palavra. Que seus pés e sua língua sejam instrumentos de benção e não de maldição. Paulo mesmo já dizia: “Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.” (Rm 10.15.)
- Escudo da fé para apagar todos os dardos inflamados do maligno: o escudo é carregado sempre do lado do coração. O coração precisa ser protegido, guardado com a fé para ele não ser contaminado com a incredulidade. As setas que o inimigo lança em todo o tempo são destruídas com a fé. Sem fé é impossível também agradar a Deus.
- Capacete da salvação: você precisa estar salvo em Jesus para resistir e vencer.
- Espada do Espírito: enquanto o escudo está do lado do coração, do lado esquerdo, do outro lado carregamos a espada mais poderosa da terra: a do Espírito Santo. “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4.12)

          Além disso, o Senhor nos ensina a orar em todo o tempo, pois nossa luta não é contra carne e o sangue, ou seja, contra as pessoas ao seu redor É uma guerra espiritual, contra principados e potestades, demônios enviados para nos destruir e se estivermos sem a armadura de Deus, principalmente no dia mau, se estivermos vulneráveis, a derrota será certa.
O dia mau chega, mas o dia de refrigério também vem. Quando você viver dias de “cinza”, sem alegria, lembre-se que a vitória também virá. Resista, não desista! Se firme no Senhor e vista a sua armadura, esteja pronto para vencer!

“Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento.” (Eclesiastes 12.1.)

“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito.” (Efésios 5.15-18.)

Com amor
Jack

Curtiu o Blog? Registre aqui!