quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Que venha o novo!!!

E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”.
II Co 5.17

          Agora são algumas horas da madrugada, do último dia do ano. Daqui há outras horas, se Deus permitir, estaremos em 2010.
          Hoje mesmo falei para um amigo como o “fim de ano” nos leva a falar, escrever mensagens de esperança e de paz. Outros fazem sua própria retrospectiva! Nesse período agradecemos também pela vida de pessoas, pela ajuda delas em nossas vidas e pedimos perdão se em algo falhamos com elas; mesmo que não tenhamos feito nada.
          O fim de ano mexe com o nosso coração e com a nossa emoção. Saber que um novo ano chegará renova nossas expectativas em relação ao futuro, aos sonhos que temos, aos propósitos do coração, enfim, tantos planos que de repente não deram certo e que o próximo ano pode ser a esperança de tentarmos de novo e no final tudo dar certo.
          Creio que, para esta data especial, o Senhor reservou II coríntios 5.17. Para os que estão em Cristo, há a esperança de que coisas novas virão. As coisas velhas são deixadas para trás, não olhamos mais para o passado, porque o Senhor nos promete novidades. Esse texto é uma boa mensagem para meditarmos nesta virada de ano.
          Parece que há tantas pessoas que, entra ano e sai ano, suas vidas nunca mudam. Nunca tem novidades. A expectativa de futuro parece não existir e os planos foram engavetados. Ano novo não existe a não ser o mesmo ano velho que se passou.
          Que tal estar em Cristo? Entregar sua vida à ele ou, ver onde você caiu, se arrepender e se voltar para ele de novo? Parece um ótimo convite pois quem está em Cristo, é nova criatura, as coisas velhas já se foram, os sonhos frustrados já se foram, a tristeza já foi embora, os projetos não realizados também se foram. Agora, o Senhor faz NOVA todas as coisas, e quando ele diz TODAS, é porque são todas mesmo!
          Sendo assim, que venha o novo!
          Nova vida, novos sonhos, novos projetos, novas conquistas em Cristo e com Cristo!
          Feliz 2010. Que você ame mais ao Senhor do que ontem, e do que poderia amá-lo amanhã. Que você não só ouça mas pratique Sua Palavra e que o Senhor simplesmente te surpreenda!

Com amor
Jack e Renato

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Natal = Salvação

A virgem ficará grávida e terá um filho que receberá o nome de Emanuel
 Mt 1.23


             Parece brincadeira, mas estamos há poucos dias de se findar mais uma década. Este natal de 2009, será o último natal desta década. É o fim de um tempo e o início de um novo tempo.
             Enquanto vemos por aí o sentimento de amor pelo próximo, da compra de presentes e de tantas outras atitudes que se referem ao Natal, é maravilhoso saber que o significado do Natal não é tão somente o nascimento de Jesus Cristo, embora ninguém tenha comprovado que o Salvador tenha nascido no dia 25. Tão importante quanto seu nascimento, o significado do Seu nome, Emanuel sobressai a qualquer enfeite ou simbolismo de natal. Um dos nomes de Jesus, Emanuel, quer dizer “Deus está conosco”.
             É tão maravilhoso! Jesus Cristo que quer dizer “O Senhor salva” ainda se chama “Emanuel”, ou seja, Ele está conosco!
             O nascimento do Salvador não quer dizer compra de presentes ou sentimento passageiro de amor, de paz e de perdão. O nascimento de Jesus marca o antes e o depois de uma humanidade que antes não o conhecera, mas que depois de seu nascimento, passou a ter a esperança de salvação. Pessoalmente para mim, Natal significa salvação.
              E assim se finda mais uma década. E quando paramos para pensar no que houve em nossas vidas em 10 anos, quantas lembranças! Para nós cristãos, em 10 anos, quantos experimentaram a mão do Salvador em seu favor? Para os que não conhecem Jesus, é um bom momento de refletir, de pensar no que houve na sua vida nestes últimos 10 anos e o que você visualiza, objetiva para sua vida para os próximos 10 anos que virão, se o Senhor permitir.
            Seria ótimo se todos nós começássemos o próximo ano, um novo tempo nas nossas vidas, com Jesus a nossa frente!
            Se você ainda não entregou sua vida para Jesus, mas quer experimentar desta salvação faça esta oração agora mesmo:

Senhor Jesus, eu preciso de ti. Peço perdão pelos meus pecados. Reconheço que sou pecador e preciso da sua graça para me transformar, do Senhor na minha vida. Entrego minha vida para ti e peço que seja o meu Senhor e Salvador. Reine sobre mim. Agradeço pelo seu amor, por me aceitar do jeito de sou. Agradeço por sua morte na cruz que hoje me traz vida. Quero andar contigo todos os dias da minha vida. O Senhor é o meu Deus Emanuel, porque está comigo. Eu pertenço a ti e por ti eu viverei e a ti amarei para sempre. Amém


Feliz Natal pra você e sua casa

Com amor
Jack

domingo, 20 de dezembro de 2009

A simplicidade da presença de Deus


          A foto acima eu tirei de dentro de um carro em movimento, passando por cima de uma ponte. Aqui em SP é normal encontrarmos trânsito, mas estranhei encontrar trânsito de madrugada.
         Assim comecei a pensar que mesmo de madrugada, onde todos normalmente deveriam estar descansando ou o ambiente deveria ser mais sossegado, as pessoas estavam agitadas e o ambiente carregado de estresse como se fosse de dia. A cena da ponte significou que as pessoas estão cada vez mais ocupadas. Nunca descansam.
         Por alguns dias estive bem envolvida em algumas atividades do trabalho, de casa e da igreja e confesso que não busquei ao Senhor de coração nesses dias. Quando percebi, estava cada vez mais cansada com a correria do dia a dia, detonada e mal via a hora de dormir para, estar menos cansada no dia seguinte. Isso passou a ser preocupante.
        Muitas coisas aconteceram nesses dias e entre elas uma licença médica não esperada devido a uma picada de inseto que acabei levando. Tive que ficar em casa pra repousar e mesmo com tantas coisas pra se fazer, relutei bastante, até que não consegui mais: fui orar ao Senhor. Meu coração estava com saudades do Pai, cansado de tanta correria, mas ansiando a presença de Deus.
        Abri meu coração para Deus. Chorei bastante porque anseio tanto pela sua presença...me senti envergonhada porque não abria meu coração há tanto tempo. Estava vivendo como Marta, mas entreguei diante Dele todas as minhas preocupações humanas. Comecei a cantar de novo, a adorar de novo e a ler sua palavra. Incrivelmente, ao abrir a palavra, comecei a ler Ester 4, quando Mordecai pede ajuda para Ester devido o decreto de morte que todos os judeus tinham recebido. Entretanto, para que alguém pudesse falar com o Rei, ninguém era autorizado a não ser que o rei o chamasse. E quem entrasse na presença do rei sem permissão, morria a não ser que ele estendesse seu cetro de ouro.
        Ester aqui, por um momento, me lembrou Jesus. Ela foi a corajosa intermediadora do povo judeu diante do rei. Ela esperou o tempo certo para pedir ao rei que anulasse o decreto. Seria como nós. Se Jesus não tivesse anulado o decreto de morte pelo qual estávamos destinados, todos nós não teríamos conhecido a salvação. Jesus pagou um preço em nosso lugar diante do Rei e hoje somos livres.
        Imagine, no tempo de Ester, se eu não fosse autorizada a ir na presença do rei eu morria a não ser que ele estendesse seu cetro. Hoje, não vivo mais pela lei e sim pela graça e tenho livre acesso e assim posso entrar na presença do Rei dos reis e saber que não morrerei, antes viverei e contarei as obras do Senhor.
         Muitas vezes parece que entrar na presença de Deus parece ser tão complicado. Exigimos tanto de nós mesmos, tanta santidade: “preciso estar com minha vida reta”, “não posso ter pecado”, “Deus é tão santo e eu tão sujo que não posso me aproximar dele”, e coisas assim quando simplesmente Deus quer nos acheguemos à Ele e contemos o que se passa no nosso coração. É ele quem nos transforma de glória em glória.
          Entrar na presença de Deus é mais simples do que a gente pensa. Não precisamos saber como orar. É só abrirmos nosso coração para a cura entrar, para Ele falar, para Ele nos restaurar, para Ele nos levantar de novo.
          Que aprendamos a parar mais, buscar mais e agir menos. Agir aqui é como Marta. Eu preciso ouvir mais o Senhor, falar mais com Ele, converter a cada dia o meu coração, antes que seja tarde e que Ele venha buscar a sua igreja.

Com amor

Jack
(Foto: Jack Sales)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Jovens sem sonhos

Oi pessoal
Não pude escrever esses dias, mas segue algo bem especial para nossa meditação.
----------

         Meu pastor chegou há pouco tempo de Namíbia (África). Fez missões por algum tempo lá onde experimentou a mão providencial de Deus por onde pisaram seus pés. Conheceu gente, uma nova tribo, um novo dialeto, e claro, mais um pouco do povo de Deus em outra cultura.

         Namíbia é um país que se tornou independente há mais ou menos 10 anos. Antes disso, fazia parte da África do Sul. Hoje, não mais. Mesmo independente, passando a viver do seu próprio sustento, tem seus lugares bonitos, mas sobre tudo, é uma nação que precisa ser curada, psicológica, emocional, financeira, criativa e espiritualmente falando.
         Lá meu pastor conheceu um pastor local. Povo bem simples que tenta sobreviver em meio a tanta pobreza e falta de perspectiva. Entre tantas experiências que ele mencionou, saber que os jovens de lá não tem sonhos, com certeza foi o mais chocante.

        O que é uma nação sem jovens que não sonham?
        E este pastor local, na sua igrejinha e vida simples, tem um filho que também não tem sonhos. Mesmo sendo filho de pastor, ele não tem sonhos. Na mente dele funciona algo como “se eu morrer, morrerei. Se amanhã eu ficar vivo, não tem diferença”. Isso me fez pensar que todos os meus problemas são bem mínimos em vista do que esse pastor, essa comunidade enfrenta. A propósito, esse pastor enfrenta tudo com todas as suas forças, faz todo o esforço preciso para cumprir o chamado de Deus na sua vida. Meu pastor e mais um outro semearam na vida dele setecentos dólares namibianos, que equivale a um pouco mais de cento e cinqüenta reais nosso. Esse pastor chorou.
        Em muitos lugares há pessoas assim. No Brasil também. É terrível saber da história destes antepassados, pois mesmo que venha uma nova geração, os pais repassam aos filhos essa história e estes já crescem crendo que o mesmo ocorrerão com eles. Que seu destino não será diferente do de seus pais. O passado do povo namibiano foi marcado por tragédias, rejeições, domínio por um outro povo, explorações, foram expulsos de sua própria terra e mesmo seus jovens, diante de uma realidade pobre, para eles não há nada diferente do que vêem. Eles não tem perspectiva de nada. Eles não sabem sonhar e os que sonharam, enterraram os seus sonhos.
       Que o Senhor tenha misericórdia de nós. Que paremos de olhar para nós mesmos e paremos que murmurar. Oremos por Namíbia. Pelas pessoas não alcançadas e pelo povo de Deus que está lá.

Com amor
Jack

(Na foto, duas crianças namibianas no colo do Pr. Esmael)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Marta, Maria e muitos dilemas


Oi pessoal
          Finalmente chegamos ao final do ano (não sei se isso é bom ou ruim, o ano passou muito rápido...). No dia do meu aniversário meu esposo montou nossa linda árvore de natal e dias me esperam para eu comprar mais enfeites!!!
          Este ano foi bem legal pra gente pois, graças a Deus, conquistamos algumas coisas que queríamos, mas, mais do que tudo, o Deus Emanuel esteve conosco o tempo todo. Minha vida e minha família foi muito abençoada este ano com muita saúde e paz, ainda mais diante de tantos problemas que enfrentamos em algumas áreas.
          Este mês, particularmente, reserva também muitas atividades para todos nós que muitas vezes são verdadeiros dilemas: cultos especiais, confraternizações no trabalho, na igreja, na família, amigo secreto, etc e isso nos faz lembrar de Marta, aquela mulher na bíblia que vivia ocupada com seus afazeres enquanto Maria preferia estar ouvindo as palavras de Jesus. As vezes é um dilema ter que priorizar algumas atividades pois nem sempre dá para fazer tudo. Mas voltando a Marta, ficar ocupado é bem diferente de ouvir Jesus.
         No chá de mulheres que teve na minha igreja local semana passada, esta foi a palavra: Como viver como Maria, num mundo como o de Marta e a conclusão que cheguei foi:

Atividades na igreja = desejo de fazer a obra
Muitas atividades = alerta
Atividades que sobrecarregam = parar tudo e priorizar.
Parar tudo = ouvir o Senhor


         É muito fácil o inimigo roubar o nosso tempo com tantas atividades, seja na igreja, em casa ou em outras áreas, para que não tenhamos tempo ou disposição de buscar aquele que é a razão de ser do Natal. Fazemos tantas coisas, achamos que estamos cooperando na obra ou outra situação que seja que, só pensar em orar, só se for no culto de passagem de ano.
         Acabamos desprezando oportunidades de desafiar nossos limites para acharmos mais ao Senhor.
         Sinceramente, muitas vezes eu ajo como Marta (sabendo que deveria agir como Maria). Entretanto, Deus precisa dar um puxão de orelha e mostrar que preciso parar e buscar. Sem essa buscar não tenho alimento para minha alma.
        Que todos nós possamos aproveitar nossas festas neste mês de dezembro, porém todas elas, na presença do Pai.

Com amor

(Foto: Nossa árvore de natal)

Curtiu o Blog? Registre aqui!