segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Os valores de Deus

"Pois quando a sabedoria entrar no teu coração, e o conhecimento for agradável à tua alma,
O bom siso te guardará e a inteligência te conservará;
Para te afastar do mau caminho, e do homem que fala coisas perversas..."
Provérbios 2.10-12

          Hoje em dia é muito fácil ser "cristão". É uma moda que pegou até mesmo nas novelas. O que me preocupa é qual será o fim de todas estas coisas.
          Os jovens por exemplo, querem ser amados, mas não se dão o respeito. Trocam de pessoas como trocam de roupa. Querem o melhor de Deus para suas vidas, mas não oferecem sequer o que é decente para Deus. "Ficam", "pegam", passam a mão aqui e lá e depois reclamam que "Deus não os abençoou", ou ainda, questionam porque Deus não dá o melhor para eles. A desculpa talvez você já ouviu falar: "estou carente". Para mim isto se chama safadeza.
          Ainda há aqueles que são provados em suas palavras e não percebem. Terminam relacionamentos por exemplo, e depois falam que estão esperando com paciência no Senhor (Salmos 40). O namoro mal acabou e já estão de conversa com outras pessoas. Aonde fica a passagem em provérbios que nos ensina a guardar o nosso coração? (Pv 4.23) Que espécie de Salmos 40 estão vivendo?
          O que dizer quando nos deixamos ser vendidos? Abrimos mão facilmente desses valores divinos para nossa própria ostentação. E o que dizer do suborno? Quando é mais fácil pagar do que cumprir a lei.
          Estou reflexiva quanto como temos defendido os valores de Deus. Falamos o que queremos, mas não vivemos o que deveríamos viver.
          Tudo se tornou muito fácil. Não se prega mais sobre a volta de Jesus, não se chama mais o pecador ao arrependimento porque tudo "é normal" nos dias de hoje. Afinal, as coisas mudaram, são os tempos modernos que queremos aplicar na palavra de Deus. Adaptamos a palavra ao nosso estilo de vida e não o contrário, quando deveríamos ser confrontados e viver a maneira de Deus. 
          Estou reflexiva porque é difícil ver alguém que brigue, que defenda os valores do céu. Aquilo que é importante pra Deus não somente para viver uma vida longe do pecado, mas porque amamos a Ele, amamos o que Ele fez, amamos saber que graças a morte de Jesus, um destino foi colocado a nossa escolha seja ele ir para o céu ou não. Podemos escolher viver pela graça do nosso Deus vivendo o que Ele nos chama para viver uma vida correta, pura, uma vida decente, ou podemos ignorar tudo isto e viver a nossa maneira. Depois não adianta reclamar sobre as consequencias.
          Talvez este não seja um texto tão suave como poderia ser, mas precisamos sair de cima do muro. Precisamos parar de nos enganar a nós mesmos e entender que estamos vivendo dias difíceis que serão diferentes daqui há há dez anos. Até lá, o que você poderá dizer sobre os valores de Deus na sua vida?
Para meditação: Todo o livro de Provérbios.
Com amor
JS

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Negando as circunstâncias


“Agrada- te do Senhor e Ele concederá os desejos do seu coração” Sl 37.4

           É uma linda promessa, mas apesar de bela o tempo vai apagando...
         Como continuar crendo, e alegre com o Senhor, quando se olha ao redor e os sonhos parecem que nunca irão se realizar, quando todas as circunstâncias são contrárias.
         Como é difícil manter firme a esperança naquilo que não se vê. Eu não sei o que, e nem a quanto tempo você espera, mais sei que chega um momento em que a vontade é desistir de tudo, as forças se acabam e não temos vontade de cantar, de buscar ao Senhor...
         Nessas horas precisamos entender a razão e a essência do sacrifício de louvor, de oferecer para Deus algo que nos custa muito caro. Mesmo sem receber o que anseia o seu coração, louve, adore... Assim como Jesus passou por 40 dias no deserto, o seu deserto também tem começo, meio e fim...
         Independente de circunstâncias louve, mas se a lutar for tão grande e você não conseguir louvar, peça o Espírito Santo para interceder por você, peça para Ele colocar as palavras na sua boca.
         Lembre- se sempre: Deus habita no meio dos louvores!!!!
        
Jac Oliveira 
jaqueline_thecat@hotmail.com
Twitter: @mulhervirrtuosa

domingo, 15 de janeiro de 2012

O que um carro pode nos ensinar sobre namoro?

Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos
I Corintios 14.33


A definição para a palavra “decisão” é: “o processo pelo qual são escolhidas algumas ou apenas uma entre muitas alternativas para as ações a serem realizadas”. Toda decisão a ser tomada envolve conseqüências sobre sua vida e de outras pessoas e o bom de tomar uma decisão, é que ela nos leva a novas aventuras e nos faz crer em Deus.
Uma vez, a Jack e eu queríamos comprar um carro e como bons consumidores em busca do melhor negócio, começamos a olhar carros nas concessionárias (eu acho que nunca vimos tantos carros na vida!). Nossa vida praticamente era chegar do trabalho e assistir ao Shoptour, para ver se de repente aparecia alguma promoção. E assim ficamos por seis meses.
Algumas vezes, saímos para ver carros até embaixo de chuva! Imagine só nós dois super molhados vendo carros enquanto o vendedor nos olhava com aquela cara que diz “o que esses dois querem aqui?”rsr… (aliás, são essas boas lembranças que fazem um casamento feliz).
Foram seis meses de joelhos no chão porque queríamos que Deus nos desse um carro; queríamos que fosse um presente de Deus pra nós!
Mas antes de tudo isso, passamos por uma pequena experiência: a Jack tem uma tia que queria vender um carro pra nós. Vimos o carro, andamos nele e o adoramos! Perguntamos a tia dela o motivo de ela querer vendê-lo e foi quando ela disse que seu marido estava desempregado. Perguntamos para ela quanto faltava para eles terminarem de pagar o carro e ela respondeu. Como não era um valor muito alto, nas nossas condições, sentimos de pagar aquelas prestações para quitar o carro dela. Queríamos muito abençoar a vida deles, pois sabíamos que Deus iria cuidar da gente. Naquele momento, eles não sabiam como agradecer, mas ajudá-los foi uma alegria para nós e não um peso. Resolvemos não ficar com aquele carro que eles lutaram tanto tempo para comprar. Aquele carro era deles!
Depois disso continuamos a pesquisar mais carros até que um dia fomos em uma concessionária. Chegando lá, vimos muitos modelos, mas só um chamou nossa atenção e este não estava lá para entrarmos nele para assim o analisarmos melhor. Mesmo assim, essa concessionária nos convidou a irmos em uma outra para que pudéssemos ver aquele carro mais de perto. E claro, eles nos levaram!
Enquanto estávamos a caminho da outra concessionária, pensamos: “nossa que carro” (nos referíamos ao carro em que estávamos naquele momento)!. O carro era novo e lindo e assim, falamos que compraríamos um carro como aquele um dia pois naquele momento, estava fora de nossas condições. Com o tempo, vimos ainda um outro carro muito bonito e Deus começou a dar condições para comprarmos tanto um como o outro carro. Chegou ao ponto de escolhermos com qual dos dois ficar!. Resumindo a história, acabamos comprando o mesmo modelo de carro que o motorista nos levava a outra concessionária. Fizemos sem querer um test drive da benção!
As vezes você está naquele momento da sua vida de dúvida, algo para decidir seja um namorado, faculdade, emprego ou tantas outras coisas. Talvez um garoto(a) que você sempre orou por ele (a) começa a dar bola para você mas você está orando com outra pessoa ou está namorando, então, o que fazer? Termino ou não?
Sabe, peguei o exemplo do carro pois oramos e esperamos no Senhor. Deus não nos deixa confundidos. No final, fizemos um propósito com Deus para que se fosse para a gente comprar o carro Deus iria trazê-lo até nós. E Deus o trouxe. Ainda assim dissemos que não tínhamos condições, mas que se fosse de Deus, em uma semana as condições apareceriam. Em uma semana foi isso mesmo que aconteceu. Glória a Deus!
Não quero dizer que com você vai ser da mesma forma, mas em tudo devemos orar. Este carro tem sido uma benção pra nós pois Deus nos deu exatamente além do que imaginamos. Na minha vida particular tenho muito a agradecer pois Deus me deu uma esposa linda, cheia da graça de DEUS, uma benção nas mãos do Senhor e tantas outras bençãos que seria impossível contar!
          Mas porque isso? Porque para toda decisão que vamos tomar devemos orar e pedir para Deus o melhor dele e esperar no Senhor. Tenha isso em seu coração agora em 2012, pois Deus não é Deus de confusão e sim de Paz.


Renato Sales

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Salvação, graça e busca por Deus

"Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos. Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz". 
Proverbios 3.1-2

               Graça e paz meus amigos

           Hoje queria falar sobre buscar a Deus e queria meditar no que está escrito: "Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus". Efésios 2:8 .
          Ora,  eu sou salvo pela graça, de Jesus Cristo. Mas, o que é graça? Graça é o favor não merecido. Você não é salvo porque vai a igreja, assiste aos cultos, lê a bíblia ou fala com Deus. Tudo isto faz parte de uma vida salva, mas você é salvo pela graça de Deus e pelo sangue de Jesus você é justificado diante de Deus.
            Outro dia, minha pastora começou a ministrar sobre Provérbios 3 em nossa igreja local. Comecei a observar uma coisa na palavra de Deus onde Ele ensinava ao seu povo dizendo:

1-Filho meu, não te esqueças da minha lei e o teu coração guarde os meus mandamentos.
2-Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz. 
          No primeiro versículo Deus fala para nós guardarmos os seus mandamentos.
         No segundo ele responde o porquê, o motivo de guardar os mandamentos: aumentar os teus dias e acrescentar anos de Paz.
          Observe que é um mandamento com benção logo na frente, ou seja, "Guarda a minha palavra que eu vou acrescentar dias de benção para você". Tremendo!
          Meu querido e minha querida, nós somos salvos em Cristo Jesus, isto é graça, Jesus já pagou o preço na cruz por você e por mim, Deus não quer sacrifício, Deus quer seu coração. Deus quer ter comunhão com você para que seus dias sejam de benção aqui na terra. Para isso acontecer, temos que conhecer a Deus, temos que meditar na palavra Dele dia e noite para fazer tudo o que o Senhor fala; ai sim, nossos dia serão bem aventurados conforme está escrito em Salmos capítulo 1.
          Nos já temos salvação em Cristo mas precisamos de comunhão com Deus e ela só vem através da leitura da palavra, da oração da comunhão com as pessoas. É por isso que devemos estar na casa de Deus adorando, orando, clamando, ministrando, abençoando.
      Por mais que uma música seja inspirada por Deus ou por mais que um livro nos traga conhecimentos novos, nada se compara com a oração, leitura e meditação da palavra de dia e de noite. Só assim descobriremos ainda mais motivos de buscarmos a Deus.

Renato Sales

domingo, 8 de janeiro de 2012

Quando o justo parece injusto

          Ás vezes olhamos ao nosso redor e vemos ou até mesmo protagonizamos situações onde parecemos estar certos, ainda mais em nos responsabilizar por um erro para consertar as coisas. Quem já é casado sabe bem disso.
          Jesus também sabe muito bem disso, ele se tornou culpado numa situação em que era inocente, para "consertar" nossa situação com Deus. Com esse exemplo maravilhoso da entrega de um Filho inocente para nos perdoar e purificar de todo pecado, nós tiramos a lição de que o perdão é divino e indiscutível. Sabe, eu tenho mais facilidade de pedir perdão, de assumir que errei, de voltar atrás de fazer tudo para consertar as coisas. Mas, o mais difícil é quando sou a vítima da história: eu apresento diante do Senhor aqueles que mais me magoaram, decepcionaram, traíram... E ouço Dele... "Perdoe! Ame"!
          Como amar alguém que só te fez mal, te caluniou, te feriu e nem sequer se deu conta disso para voltar atrás e pedir perdão???
            Como eu vou pedir perdão a essa pessoa se eu é que fui ofendida???
          Nesse momento Deus me faz lembrar  do exemplo de Jesus: inocente, imaculado, morreu por nós, com morte cruel, morte de cruz... Mesmo sem nunca ter errado ele pediu perdão por toda a humanidade. Humanidade esta que o rejeitou, humilhou e torturou até a morte.
          O justo sofrendo pelos injustos, dando a sua vida para que pudessemos viver... Dando o dom da vida a quem nunca mereceu, nem merecerá...
          Oh Deus! faze-nos parecidos contigo, para que possamos amar acima de todas as coisas, assim como o Senhor nos amou.

Jac Oliveira 
jaqueline_thecat@hotmail.com
Twitter: @mulhervirrtuosa

Curtiu o Blog? Registre aqui!