quinta-feira, 23 de junho de 2011

23º. Dia – Deixando o velho para trás



"Transformai-vos pela renovação da vossa mente" Romanos 12

Há pouco tempo conversei com um amigo sobre coisas do passado e isso me inspirou a escrever este texto. Pode parecer "2 museus” conversando, mas para ele, falar comigo e com o Renato sobre seu passado era libertador.

Como adoro dar nomes, vou chamá-lo de Epitácio. Epitácio já tinha conhecido várias meninas mas nunca conseguia namorar. Sempre havia um enrosco neste relacionamento (e claro, um livramento divino), e não entendíamos o motivo. Até que ele comentou sobre um relacionamento anterior, há mais de anos, em que ele sentia qe havia ainda uma pendência no ar a ser resolvida com a ex. Tanto ele quanto a ex sabiam que algo precisava ser acertado entre os dois. Só que enquanto isso não acontecia, a vida  tanto de um quanto de outro não prosperava. Já vou contar o fim da história: eles ainda estão se resolvendo.

Mesmo que chovesse pessoas bonitas e interessantes no quintal dos dois, eles precisavam deixar para traz o “velho”. Precisavam resolver o sentimentos entre eles e partir para o novo e esse entendimento veio para Epitácio. Talvez não esteja chovendo ninguém no seu quintal, mas ainda sim, algo velho precisa ser resolvido e ir embora.

           Muitas vezes não entendemos os enroscos que nos metemos. Vivemos anos e anos uma vida vazia, quando poderíamos viver algo bonito e novo. Infelizmente depois de muito tempo é que vamos perceber o tempo que perdemos correndo atrás do que é “velho”, porque estamos amarrados ao passado. Conheci uma moça no começo de seus 20 anos que errou em um relacionamento que teve, e mesmo percebendo o erro, desistiu de lutar pelo novo. Ela vai para igreja e tudo mais, mas ainda está na sua antiga forma de viver. Todo mundo quer ajudar, inclusive sua família que não sabe mais o que fazer.

A palavra de Deus nos diz que aquele que está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já se foram e tudo é novo agora.  É uma lei espiritual: Cristo = novidade de vida.
Mas Jesus também diz que se quisermos o novo precisamos deixar para trás o que é velho:   

“ E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão;Mas o vinho novo deve deitar-se em odres novos, e ambos juntamente se conservarão”

        Em outras palavras, Deus não tem como trazer um presente novo, numa antiga forma de pensar, com antigos hábitos e antiga forma de viver porque a benção se perde no meio do caminho. É transformar a nossa mente. O novo de Deus vem numa nova vida para que a benção se conserve e seja completa. É por isso que também está escrito que as coisas espirituais se revelam espiritualmente. Se não andamos no Espírito, não temos revelação do novo que Deus tem pra nossa vida.

                Queira o novo de Deus pra você. Ore e peça ajuda do Espírito Santo para revelar, trazer a luz, o que está escondido, o que é “velho”, o que precisa ser curado e viva um novo tempo de Deus na sua vida.

Para meditar: Lucas 5.37-38, II Corintios 5.17, I Corintios 2.14, Romanos 12.2

Canção de oração: Emanuel - Nivea Soares

Curtiu o Blog? Registre aqui!