terça-feira, 21 de junho de 2011

21º. Dia – Casa dividida



“...Toda cidade ou casa dividida contra si mesmo não subsistirá
Mateus 12.25
           Hoje em dia é muito comum vermos casamentos serem desfeitos ou relacionamento estarem feridos porque estão divididos em suas decisões. Quando queremos um namorado, não pensamos direito nos projetos, nas conquista que teremos juntos lá na frente após casarmos. Queremos namorar e pensamos em outras coisas “mais importantes” e quando estes projetos não ficam alinhados durante o namoro e/ou noivado, surpresas desagradáveis acontecem após o casamento.
           Um quer uma casa e o outro quer um carro. Um quer uma casa de 2 dormitórios e o outro quer com 3. Um quer o filho na escola A e outro na B. Um quer congregar na igreja A e outro na B. Um deseja um carro preto e o outro, vermelho. Uma vez casado, qual oração você acha que Deus ouvirá? De nenhum dos dois. Como são uma só carne, as decisões são uma só e sendo assim a casa não pode estar dividida. O comum acordo precisa estar presente no relacionamento e não agir por “debaixo dos panos que depois eu falo para meu cônjuge”. O plano de Deus é que a família seja e esteja unida. Jesus mesmo disse que uma casa dividida não permancerá.
           A palavra de Deus já dizia que Deus não é um Deus de confusão (I Co 14.33) e a paz precisa ser o árbitro do nosso coração (Cl 3.14). Enquanto o casal não decidir o que quer, ambos numa só visão, a tendência é que este casal fique dando voltas, assim como Israel, para conquistar a terra prometida. Uma conquista que poderia simplesmente durar alguns dias, demora-se anos porque um dos dois está dividido, não toma uma postura ou não ora para Deus mostrar o caminho que os dois devem seguir.
         Os olhos dos dois precisam “brilhar” para a mesma coisa. O mesmo sentimento precisa haver já que agora não são mais dois e sim um. Quando estávamos para nos casar, procurávamos a aliança perfeita. Quando a vimos nossos olhos brilharam porque sabíamos que ela, era exatamente o que nós dois procurávamos. Da mesma forma aconteceu quando fomos comprar nosso carro. Saímos por meses pesquisando preços, modelos, acessórios, descontos, enfim, fizemos basicamente uma “pesquisa de mercado” e vendo tantos carros diferentes ficamos em dúvida sobre qual carro comprar. Eu achava um bonito enquanto o Renato gostava de outro modelo. Oramos ao Senhor, não nos precipitamos. Depois de um tempo o Senhor mostrou um carro para nós e imediatamente nos apaixonamos. Graças a Deus estamos com este carro até hoje; nunca nos deu trabalho e tem sido uma bencão, uma verdadeira “mão na roda” pra gente!
        Claro que também erramos. Como qualquer casal, quando estávamos noivos, queríamos comprar uma casa. Como mulher, me “encantei” por uma na planta e logo “corremos” para assinar o contrato de venda daquela casa. Agimos puramente por impulso, com medo de “perder a bencão porque era a última unidade”. Entretanto para o Renato, aquela casa ainda não tinha testificado no coração dele. A dúvida surgiu ali, mas mesmo assim, fomos em frente. Resultado: pegamos o maior abacaxi que vocês podem imaginar, de modo que envolveu até processo, no qual perdemos. Ainda tivemos prejuízos financeiros e isto antes do casamento. Graças a Deus que no final o Senhor teve misericórdia para não permitir que viéssemos a morar nela neste enrosco todo mas com certeza, essa dor de cabeça poderia ter sido evitada se nós tivemos orado antes, se tivéssemos certeza absoluta daquela conquista.
          É aí que muita gente cai. Queremos fazer nossa vontade sem se preocupar com nosso cônjuge e depois que o abacaxi está aí, reclamamos com Deus que o casamento não vai bem ou nos arrependemos de nos ter casado. Mas esta, não é a vontade de Deus pra nós.
Deus não quer que tenhamos uma casa dividida, com filhos sendo criados numa casa dividida. Deus quer que os solteiros busquem direção também nesta área. Orem desde já para Deus sempre ser a direção que você precisa. Se for se casar, ore para que não haja dúvida nos planos com seu futuro cônjuge e peça para Deus confirmar cada passo que vocês derem seja antes e depois do casamento. Quanto aos casados que vocês tenham seus projetos alinhados um ao outro e junto com Deus. Vamos nos lembrar do que está escrito que o que é ligado na terra é ligado também nos céus (Mt 16.18,19).
Para meditar: Mateus 12.25-26
Canção de oração: Ressuscita-me - Aline Barros

Curtiu o Blog? Registre aqui!