sábado, 19 de janeiro de 2013

Este ano para mim...

Oi amigos, shalom!!!

      Comecei este ano introspectiva.
      É interessante como, a cada ano que se inicia, iniciam-se também os projetos para nossa vida.
      Fazemos nossa "listinha de promessas" como ganhar mais dinheiro, emagrecer, arrumar um emprego, conhecer lugares legais, estudar, ter filhos,  comprar uma casa, etc, enfim, cada um de nós planeja e a medida que o ano passa, ao chegar no seu fim, vemos quantos objetivos atingimos ou não.
           Vou falar por mim. 2012 foi um ano difícil mas especial. Lembro que não fiz minha listinha. Passei a virada de ano na igreja com a galera, mas não fiz minha lista e portanto, não criei objetivos, mas estava disposta a ajudar quem precisasse, agradar aos outros, coisas assim. Simplesmente vivi o que tinha para acontecer. Foi bom e foi ruim. O ruim foi viver um ano sem objetivos, tipo, "deixa a vida me levar". De repente, não pensava mais se eu estava fazendo o que Deus queria que eu fizesse, se eu estava agradando-o e as promessas Dele estavam cada vez mais distantes... Não estava matando ninguém ou pecando por aí, mas simplesmente eu queria ficar sozinha...não queria mais cantar publicamente, me afastei de algumas pessoas especiais pra mim (até familiares), escrevia cada vez menos, mas no fundo eu sabia que algo dentro de mim estava acontecendo. Gosto de trabalhar e trabalhava bastante por trabalhar. Eu estava ficando muito cansada e lembro que uma noite eu cheguei do trabalho muito cansada, fui para meu quarto e chorei como criança. Eu não queria mais aquele cansaço, eu só queria que Deus me visitasse. Os dias se passaram e me sentia mais motivada, e esta motivação cresceu em tal medida que eu dormia e acordava sonhando, planejando, executando tudo o que eu me propusesse a fazer. De repente, não tinha limites pra mim. O bom, foi que com a experiência ruim Deus trouxe a direção do que fazer para 2013. 
            2013 chegou e junto com o novo ano, uma nova perspectiva.
           Se você me perguntar se fiz minha listinha, com certeza fiz desta vez. E no mesmo instante que fiz, senti como se Deus puxasse minha orelha e disse: "Ei, onde eu estou nos teus planos?". Doeu. Refiz a minha lista e mudei a ordem dos planos.
           Assim, ardeu em meu coração que este será para mim e minha casa, o ano da santificação. A santificação confunde as pessoas porque faz com que venhamos a agir diferente do que o que mundo julga ser normal. Conflita contra o pecado. Se eu já era uma mulher que temia ao Senhor, temerei ainda mais. Se eu O buscava, O buscarei ainda mais. Não executaremos nada até que saibamos que Deus estará no nosso meio. No início do mês quando comecei a buscar a Deus um pouco mais e tudo mudou para mim. Pretendo continuar com minha lista, mas Deus é aquele que toma conta da minha agenda e este é meu primeiro objetivo.
           Você sabe, não é fácil ou talvez soe estranho "Deus tomar conta da sua agenda, pirou?". Sim, pirei..rs
           Santificação significa ser separado das coisas do mundo. Significa que vou continuar amando meus amigos, vivendo a vida de pessoas normais, mas querendo a presença de Deus ainda mais onde eu estiver. Eu sei que posso falhar feio, mas sei que Deus me ajudará a andar no caminho eterno. Temendo mais, orando mais, servindo mais as pessoas. Isto significa ser mais amável, manter as finanças em dia, ser uma pacificadora, manter o domínio próprio quando a gente quer mandar todo mundo pra China (nem queiram saber como eu sou nervosa) e outras coisas mais.
       Este ano também me deixou instrospectiva por outra razão muito forte. Um amigo muito próximo, um marido temente a Deus e um pai de uma linda garotinha, passou a virada do ano internado e no ano novo recebemos a notícia de que ele estava com câncer. Sabe aquelas pessoas que está sempre perto e quando fica doente você nunca imagina algo assim? Comecei a perceber o quanto damos importancia ou colocamos na nossa listinha, objetivos tão vazios quando não damos valor as coisas simples da vida quando temos saúde. Nosso amigo ainda está no hospital em tratamento sem previsão de sair, mas quando fui visitá-lo fiquei feliz em vê-lo tão bem. Eu podia sentir de longe a alegria do Senhor dando força pra ele!
          Sinto Deus me ensinando o que é louvor, o que significa quando lemos por exemplo nos Salmos 147 "Louvai ao Senhor". Quando quando louvamos a Deus, ele vem e habita nos louvores do seu povo. Ele vem e quando Deus vem tudo mesmo pode acontecer e onde Deus está o mal tem que sair e o milagre acontece, porque Ele veio, Sua presença veio porque como povo, nós o chamamos. Este será um ano de louvor, não pra mim, mas pra Ele. Deus nos escolheu a cada um de nós, escolheu dar nome a cada estrela porque Ele quis. Deus não precisava nos escolher. Estávamos destinados ao inferno, mas Deus escolheu nos amar, nos dar mais uma chance para este ano. Acho que todos nós devíamos dar uma chance para Deus em 2013. Gosto muito de uma frase de Max Lucado quando ele diz assim: Se falhar, tente de novo, mas tente com Ele. Olhe quantos dias já se passaram este mês e veja o tempo que você já teve e os dias que você tem a frente pra realizar algo dirigido por Deus.
           Quando eu ia escrever este texto eu não tinha a menor idéia do que ia sair, mas sabia que Deus falar pelos meus dedos..rs. Enfim, sinto uma atmosfera diferente na minha vida e minha casa para 2013. Não sei explicar ainda, é como se Deus estivesse virando uma página na vida da gente pra escrever algo novo. É o vinho novo chegando! Louvado seja o Senhor!

JS.

Curtiu o Blog? Registre aqui!