sexta-feira, 25 de julho de 2014

Porque decidi tornar "pública" minhas músicas

          Olá pessoal

          Sei que estamos no nosso diário, porém eu queria comentar algo bem particular sobre mim que talvez vocês não saibam. Talvez nada a ver. Talvez tudo a ver. Pode ser que sirva de cura pra você ou que te inspire e te anime na sua caminhada com Deus. Quero compartilhar pra edificar sua fé.

          Desde adolescente, escrevia músicas. Algumas sem sentido nenhum, outras românticas, outras poéticas. De qualquer forma, anotava tudo no meu caderno meio cor de rosa para não perder nenhum registro das minhas idéias. Eu até fiz uma musiquinha quando criança que dizia algo sobre "capsula espacial" (Era na época que eu queria ser astronauta..rs), era ridícula, mas era a minha música rs.
          Quando eu era mais jovem também eu era uma pessoa que morria de vergonha de tudo, inclusive dos meus dons. Por muitos anos ministrei louvor na igreja, que quer dizer, conduzir a música em adoração a Deus. Se você nunca foi a uma igreja, isto quer dizer que eu ajudava as pessoas, através da música a se conectarem com Deus. Isto é um presente, um privilégio na verdade, porém, todas as vezes que eu tinha que fazer isso era bem difícil porque eu me via com vergonha de todas aquelas pessoas. O medo nos impede de alcançar voos mais altos.

          Apesar da timidez era maravilhoso saber que Deus estava visitando sua casa e sendo entronizado, recebido pelo seu povo, mas as vezes pensava, "e fora dessa casa?"Como seria se Deus fosse entronizado, recebido por aqueles que estão fora dessas 4 paredes"? 

          Fiquei muitos anos com minhas músicas escondidas, mas ainda assim ministrando louvor. Pessoalmente acredito que Deus não coloca desejos no nosso coração por acaso. Existe um propósito maior pelo simples fato de amar o que amamos fazer. Hoje eu amo escrever tanto quanto amo cantar. Em tudo o que faço coloco mesmo meu coração e tanto no texto como numa melodia, aquilo se torna parte de mim. 

          Assim, um belo dia quando estava doente, resolvi gravar uma música aqui em casa quando estava sozinha. Lembro que coloquei no youtube, pensando "Meu Deus este é o maior mico que jea paguei.  E agora, o que vai acontecer?"

         Um dia, uma pessoa que nem era cristã e que sofria de depressão ouviu uma gravação minha e respondeu dizendo o quanto tinha sido abençoada. Só isso. Simples assim.

             Músicas marcam estações, épocas da nossa vida.

          Pensei o quanto era egoísta e guardava tantas coisa boas só pra mim, ou entre "4 paredes". Deus estava fazendo tantas coisas por mim e porque eu não expressava mais através do dom que ele me deu? Seria mais fácil continuar retendo tudo para mim. Seria mais fácil ninguém mais saber a poesia dentro do meu coração, ainda pecador. Seria mais fácil não fazer conhecido o nome de Jesus, único nome pelo qual a gente pode ser salvo. Mas isto não faria de mim uma cristã, que quer dizer, "pequeno Cristo".

          Isso me animou a fazer outras gravações e outras composições, na verdade, estou só começando. É animador saber que minha voz pode ir a lugares que jamais irei. É animador também saber que alguém pode me ouvir cantar em momentos que precise de mais fé. Eu também já precisei ter minha fé renovada tantas vezes, bastando apenas ouvir uma canção.

             Músicas são sementes aguardando um terreno fértil.


          Não sou cantora e nem vivo em plataformas. Não tenho um CD ou videoclipes. Não sou  "super crente" ou "a mais legal que poderia ser". Sou bem enjoada, chata e quer saber? intragável quando quero. O Renato meu marido saber! Erro muito e por isso tento sempre fazer algo certo, que Deus possa dar um sorrisinho pra mim. Tento, mas não dizer que consigo sempre. Sou a típica pessoa discreta, ora tímida, ora falante que morria de vergonha de um público, apesar de amar cantar. Não sou a mais afinada, aliás, eu detestava me ouvir. Pensava: "Por Deus, que trabalho horrível eu fiz". Mas quer saber, honestamente no decorrer dos anos eu acho que melhorei e diferente da gente, Deus não fica nada impressionado com performances, mas com o coracão. Salmos 139 tem que ser diário em mim: "Vê se há em mim algum caminho mal e me guia no caminho eterno". Enfim, minhas múscias não são as músicas mais lindas do mundo, as mais afinadas e nem as melhores composições para muitas pessoas. Mas o suficiente para que saibam em quem colocar sua fé em momentos difíceis.

         Se quiser ouvir meus "experimentos"..rs, no link abaixo, há todas as músicas que lembro que gravei aqui em casa quando um filme passava em minha cabeça sobre minha vida com Deus. Tem 22 músicas lá e sempre tento gravar quando estou absolutamente sozinha em casa, aqui na sala, naquele momento que é só você e Deus mesmo. Não sinto vergonha de cantar quando a platéia é de um só :)

         Acho que ficou um bom trabalho :)

        Jesus pagou um alto preço para nos salvar, então não é justo eu não falar suas maravilhas. Particularmente sou uma defensora de novos talentos. Acho que devemos apoiar e incentivar a execução de todo talento. Tudo começa com uma idéia e é a partir dela que Deus pode fazer a obra na vida de alguém. Não devemos desperdiçar também os pequenos começos pois somos ferramentas e Deus o grande mestre. Ele fará o que é preciso fazer! Pelo tanto que ele faz por nós, você e eu temos que mostrar ao mundo que há uma luz, uma esperança. Todos nós nascemos com uma missão, um dom. Use-o para fazer a diferença, para fazer um mundo melhor e para mostrar a todos que o Salvador ainda vive!

https://soundcloud.com/jacksantossales/sets


Curtiu o Blog? Registre aqui!