terça-feira, 22 de julho de 2014

Diário de Oracão 16º Dia - Guarde seu coração


Eu vagaria por toda eternidade
De dor em dor sem te encontrar
Sonhos perdidos em meio a ilusões
Buscando uma razão para viver 
 
Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida”.
Provérbios.4: 23
            Pessoas se ferem porque não guardam o coração. Criamos altas expectativas sobre o outro impossíveis de se realizar.
A bíblia diz que dele procede todas as fontes de vida: se sentimos, estamos vivos, e se pensamos, estamos vivos também.
            Guardar o coração é cuidar das nossas emoções, pensamentos. Tudo o que é bom, de boa fama, seja isto que ocupe o seu pensamento, o seu coração.
            Conheço pessoas que, carentes de serem aceitas em um grupo, carentes de amor, de amizades que ao conhecerem alguém abrem toda a sua vida. Não medem palavras, esforços, não filtram informações. Se entregam totalmente ao relacionamento onde já saem visitando a casa dos outros,  não saem de lá, criam um mundo de fantasia e perfeição sobre a pessoa que acabram de conhecer, rasgam elogios e declarações eternas de amizade e na primeira falha desta pessoa, ficam frustradas e seu mundo de perfeição desaba sob seus pés. Me lembrei de Provérbios 25.17:

"Não sejas freqüente na casa do teu próximo, para que não se enfade de ti e te aborreça"

            Queremos o “amigo perfeito” numa pessoa que como nós, nasceu do pecado e esquecemos que esta perfeição, só pode ser encontrada no eterno e fiel Jesus. Por causa Dele, e não de homens, é que Deus nos torna perfeitos e justos perante a cruz, perante a morte de Jesus.
            As vezes quando conhecemos pessoas e andamos com elas, pensamos que a amizade será eterna sem passar por provações ou pelo teste do tempo. Nosso coração precisa estar sensível a palavra de Deus, precisa estar “vacinado”, contra situações que podem nos entristecer e isto só sera possível guardando o coração.
            Guardar o coração nem sempre é viver “com o pé atrás”, mas ter sabedoria para se preservar a si mesmo e ao outro também. Este tipo de cuidado também é umas das formas de amar alguém.
Para meditar: Provérbios 4 e 25.17 / Filipenses 4.8-9

Curtiu o Blog? Registre aqui!