quinta-feira, 3 de junho de 2010

Diário de Oração: 3º dia – Esperando, mas também vivendo

O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor
I Co 7.32

          Nossa vida não deve ser focada numa pessoa. Nossa vida deve ser focada em Deus.
          Muitos jovens, pelo grande e desesperado desejo de se casar, passam a vida se cobrando, querendo se casar a todo custo. Pensam só nisso e dessa forma esquecem de viver; de aproveitar essa fase tão linda da vida que não volta mais. Ao invés de fazer amigos, se envolver na obra de Deus, acham que se não se casarem, será o fim; “morrerão”. E não é bem por aí. Ser jovem e solteiro é muito mais do que se casar: é viver uma juventude sadia que Deus tem, até que chegue o tempo de você se casar. Até lá, Deus nos dá esse tempo para crescermos, estudarmos, conhecermos pessoas e amadurecermos.

         Por muito tempo eu achava que só os casados eram felizes. Meus pais eram. Antes de conhecer a Cristo e ao meu marido, já tinha tido outros relacionamentos. Não tive muitos namorados, mas namorei cedo e tempo o suficiente pra saber que deveria ter vivido mais minha mocidade como solteira. Senti que pulei uma fase da vida, que graças a Deus, estou tendo a oportunidade de viver novamente, apreciando mais os amigos e a família, junto com meu marido.

          Houve um tempo na vida do Renato, meu esposo, que ele gostou de uma menina por 6 longos anos. Foram anos de escravidão porque ele vivia sempre na esperança de um dia se casar com ela. Ele parou de viver a vida dele e ficou com seu coração “amarrado” a vida dela. Enquanto isso, a vida de todos os amigos dele, ia pra frente, todo mundo se encaminhando para um casamento, enquanto a vida dele ficava para trás. A partir do momento que ele decidiu “se libertar”, ele namorou uma outra pessoa (que não durou muito tempo também). Quando finalmente ele sentiu seu coração liberado, aberto para o que Deus tinha pra ele, ele procurou aquela primeira menina, pediu perdão pra ela (pra liberar a vida dela também) e descansou no Senhor, sem se importar com o tipo a aparência da pessoa que Deus prepararia para ele (ainda bem que sou linda né gente..rs)

          Uma vez, eu assisti uma entrevista da Brooke Fraser* no youtube, em que ela, por vontade própria, não quis namorar por um tempo de sua vida. Ela queria esse tempo para formar suas idéias, idéias fortes que tinha, e queria desenvolver sua própria identidade sem ter uma figura masculina. Ela queria se descobrir sozinha. Eu particularmente, achei muito sábio da parte dela, pois ela muito provavelmente se poupou de aborrecimentos que teria nessa área do namoro, se tivesse namorado tão jovem. Hoje graças a Deus, ela é uma moça com canções que tocam o mundo, com um marido abençoado (O Scott).

          Observem a vida das pessoas casadas a sua volta. Observem como elas se casaram. As vezes as pessoas ficam desesperadas porque querem que as coisas aconteçam no tempo que pensam ser delas. Assim, muitos acabam se casando fora do tempo de Deus e não desfrutando da abundância da benção que Deus preparou. O próprio Deus disse que o tempo dele não era como o nosso (II Pe 3.8).

          Um namoro santo, requer paciência e sabedoria. Um casamento abençoado, requer tudo isso mais estrutura. Enquanto você está solteiro, que coisas você tem procurado pra sua vida?

          Olhe para o ponteiro do seu relógio e conte 1 minuto. Viu? Esse tempo nunca mais voltará. O que você tem feito com o seu tempo de solteiro?

          Antes de tomar alguma decisão lembre-se sempre: Fazer a coisa certa na hora errada, ainda é a coisa errada. Melhor, portanto, é esperar mas também viver a vida de Deus.

Com amor
Jack

*Brooke Fraser é uma cantora gospel neozalandesa, integrante do Hillsong

Palavra devocional: I Co 7

Canção para meditar: Deus tem o melhor pra mim – Fernandinho (CD Uma Nova História)
Sugestão de filme: - Desafiando Gigantes

Curtiu o Blog? Registre aqui!