quinta-feira, 17 de junho de 2010

Diário de Oração: 17º dia – O que é o amor?

O amor jamais acaba
I Co 13.8


          Abrir mão de tudo por amor. Quem teria coragem?
          O amor é tal como a fé: uma decisão. Não se explica; se experimenta. Você simplesmente sabe. Cada um de nós pode descrever um pouco sobre o que é o amor. Existe o amor de mãe, de amigo, de marido, de filho... não importa o grau, o amor não vê barreiras, não vê posição social, não vê limites. O amor de uma mãe rica é o mesmo de uma mãe pobre. O amor não vê distâncias, o amor é único e universal.

          “O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz incovenientemente; não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba...” Essa é a definição de amor pela palavra de Deus, não baseada em sentimentos mas em atitudes porque foi com este amor que Deus nos amou primeiro. É com este amor que devemos amar não só nosso futuro cônjuge, mas ao mundo.

          Esta explicação do que é o amor vai além daquilo que vemos nos filmes românticos, dos votos de casamento. Este amor que a bíblia mostra é um estilo de vida que nos desafia todos os dias. Quando vamos namorar, nos apaixonamos. A paixão é um sentimento forte, que pensamos que é o amor, mas que depois passa. Se você acha que este vídeo é sobre o amor, saiba que ele é muito além. O amor é uma decisão, é a certeza de que vale a pena amar e é o dom supremo que jamais acaba.

Palavra devocional: I Coríntios 13

Canção para meditar: Que amor é este (André e Ana Paula Valadão)

Sugestão de filme: Um amor para recordar

Curtiu o Blog? Registre aqui!