quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Diário de oração 24º dia – Em que tempo você está?

Hoje foi um dia tipicamente paulistano: com muito estresse e bem cansativo. De ontem para cá passei um nervoso com algumas coisas e foi só a graça de Deus na minha vida.
Sabe quando você quer resolver logo os problemas e não consegue? Não consegue porque as pessoas não cooperam, as circunstâncias não cooperam ou nós mesmos não temos entendimento o suficiente para resolver e tudo o que nos resta é buscar do Senhor sua paz e seu discernimento.
Tenho em meu coração o desejo de realizar algumas coisas; sonhos pessoais. Mas parece que quanto mais meu esposo e eu lutamos, mais longe fica o sonho de se realizar. Parece que estamos nadando contra a maré. Orando ao Senhor, veio a mim a palavra sobre o “tempo”. Há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Tem pessoas (cristãs) que tem pavor da palavra “tempo”..rs. É meio difícil entender isso, mas quando Deus determina um tempo para tudo, e se estamos na Sua presença, podemos ter a certeza de que no final, todo sofrimento ou espera terá valido a pena. Vamos aprender a confiar mais no Senhor!
Eu sei em que tempo estou. E você, em que tempo está?

Meus alvos de oração

Pelo Brasil: Para cessar a onda de violência que assola nossa nação.

- Agradecendo a Deus por tudo
- Para o Senhor nos guardar de todo embaraço ou confusão
- Para o Senhor intervir nos problemas que tem tirado nossa paz

Louvor: Jeremy Camp – CD “Unglugged”

Palavra – Eclesiastes 3.1, 11, 14 e 15 (leia o capítulo todo, porém vou destacar alguns textos)

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu; há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; temo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo d espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz.
Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim.
Sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe pode acrescentar e nada lhe tirar; e isto faz Deus para que os homens temam diante Dele. O que é já foi, e o que há de ser também já foi; Deus fará renovar-se o que se passou
”.

Curtiu o Blog? Registre aqui!