segunda-feira, 18 de junho de 2012

Diário de Oração: 12º Dia - Perseguição e Quietude

Oi pessoal

          Agora há pouco saíram daqui de casa alguns amigos, após um culto abençoado, e neste momento sinto que preciso parar um pouco para meditar sobre o Senhor. Meditar sobre seu olhar e quietude em nosso ser. 

          Estou lendo o livro de I Reis 19. Nesta passagem o profeta Elias é perseguido por Jezabel, uma mulher terrível e assim ele foge para o deserto. Posso imaginá-lo tão triste, cansado, talvez sem expectativa de mudança (mesmo sendo um homem de Deus) que nesta hora ele pede um "basta"; ele pede a Deus pra morrer (verso 4). 

          Em algum momento de nossas vidas nos vemos no deserto. Talvez até saibamos que o deserto é um lugar que não foi feito pra gente morar lá e sim um lugar apenas de passagem. Mesmo assim, ainda é um lugar onde podemos desejar a morte ao invés de passarmos pelo que estamos passando. Elias estava sendo perseguido até a morte. Você sente que ninguém gosta de você. Elias queria morrer e talvez você só queira um(a) namorado(a). 

          A palavra diz que ele se deitou e dormiu. Talvez ele estivesse tão angustiado a ponto de dormir debaixo de uma árvore e se ele estava no deserto esta árvore deveria ser um alívio pra ele naquele momento. Mas Deus, no seu amor, envia um anjo à ele que diz: "Levanta e come" e isto por 2 vezes. Elias come daquela comida que o próprio Deus prepara pra ele e assim, com sua força renovada ele continua naquele deserto por mais um tempo, rumo ao monte Horebe, o monte de Deus. 

          Todos nós enfrentamos um deserto em algum momento e em alguma área da nossa vida e Deus sabe qual momento é e em que área somos afligidos. Mas Deus também sabe que somos pó e que precisamos do seu alimento para prosseguir. Elias não tinha ninguém naquele momento, mas Elias colocou sua angústia diante do Senhor. Não havia ninguém no deserto que pudesse ajudá-lo, então Deus envia um anjo para este papel, para que Elias soubesse de que não estaria sozinho.

          De repente, Deus não só olha para Elias dentro de uma caverna mas vem a sua palavra pra falar com ele e Deus quer saber "o que você faz aqui"? Elias responde: "sou teu servo zeloso porém querem tirar-me a vida" (verso 10). E Deus fala pra ele: "Sai e põe-te neste monte perante o Senhor". É claro que Deus sabia o que Elias fazia ali, mas Deus não queria que Elias vivesse como um fugitivo, mas que ele se posicionasse como um valente de Deus.

          Passou um grande e forte vento, mas Deus não estava lá. Passou um terremoto, mas Deus não estava lá. Passou um fogo, mas Deus também não estava lá. Quando Elias se colocou diante do Senhor, Ele estava numa brisa suave. 

          Nem sempre Deus está no barulho, na agitação, usando esta ou aquela pessoa quando na verdade está na quietude. As vezes Deus quer que o encontremos no silêncio da nossa busca. Deus é um Deus de paz, com pensamentos de paz e não de mal e quando Ele pedir que nos coloquemos diante Dele, suas palavras, sua direcão, sua estratégia, seus planos de conquistas virão sempre com paz. Quando a perseguição chegar no seu limite, descanse seu coração, se posicione e tenha paz.
 
 "Vinde a mim, todos vós os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve"
Mateus 11.28-30

Curtiu o Blog? Registre aqui!