segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

É bom estar de volta

Oi pessoal, a paz!!!

          Já estava sentindo muita falta de escrever neste cantinho...não podia ir dormir sem antes escrever pra vocês.
          Como eu contei há dias (muitoosss dias), eu saí de férias e já estou de volta!
         Algumas novidades: novo cabelo (agora castanho claro, quase louro) e dias em casa sem fazer nada (literalmente). Lembram que comentei no post anterior sobre a imensa roupa para passar? Graças a Deus, minha tia as passou antes mesmo de eu entrar em férias!!!
         Os dias que passei curtinho minha casinha (pois não viajei), me deu a possibilidade de colocar algumas coisas e pensamentos em dia. Quando a gente para tudo, é grande a oportunidade de refletir sobre os acontecimentos no mundo. Para quem tem acompanhado no twitter, sabe que minhas férias só não foram tão boas como eu gostaria por causa de tantas notícias tristes sobre as enchentes, sobre o Haiti.
         Pensava e penso: “Meu Deus, como nossa vida aqui é confortável. O Brasil é muito abençoado. A gente fica dentro da igreja fazendo tantas coisas dentro de quatro paredes, seja no louvor, na cantina, com as crianças ou com os jovens... mas neste momento que eu estou aqui, o povo haitiano está lutando por um resto de comida ou gente da minha própria cidade, aqui em SP, está tentando reconstruir a vida por causa das enchentes. Meu Deus, tenha misericórdia desse povo, sobretudo de mim, que não tenho feito nada, nenhuma diferença na vida deles...”
         Sabe gente, pode parecer um pouco dramático mas o mundo hoje está dramático de se viver. Durante minhas férias pensei em como consigo ser inútil mais do que deveria... quantas vezes eu ia me deitar e ficava pensando nos terremotos no Haiti...nas crianças que naquele momento não tinham mais os seus pais e estavam jogadas no mundo... e no meu coração voltava o desejo incontrolável por missões... vinha um desejo ardente de estar lá só para poder cuidar delas, nem que fosse por um momento. Talvez eu fale sobre isso mais vezes...
        Este ano será um ano de desafios para mim. Quero poder fazer algo, por mínimo que seja, que seja significativo na vida de alguém. As vezes, no meu próprio circulo de amigos eu não conseguia conversar sobre essas tragédias porque simplesmente pareciam que eles estavam alienados, com o pensamento centrado somente nas coisas da nossa igreja local. Não é culpa deles, mas quando percebi isso, vi o como é fácil a gente se esquecer da nossa principal missão aqui na terra: as almas pra Jesus.
       Nas minhas férias eu também fiz isso que não fazia há muito tempo: aconselhar pelo MSN. Outro dia desses, meu esposo e eu aconselhamos um jovem sobre namoro e como foi maravilhoso... o Senhor nos edificou tanto através da vida dele que me senti abençoada... o Senhor me fez lembrar que não é tempo de ficar confortável, mas de servir aos irmãos nas suas necessidades. Isso na verdade não nos custa nada e nem deveria pois o maior preço já foi pago por Jesus.
        Eu tenho muita coisa pra compartilhar com vocês, em especial o ministério Servos do Deus Altíssimo, mas vou deixar pra depois senão vou cansar vocês de ler este big texto...rs.. Orem por nós porque assim como ano que já começou as lutas também.

Shalom
Jack

Curtiu o Blog? Registre aqui!