domingo, 25 de setembro de 2011

Onde está a convicção dos cristãos?

"Porque estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus..."
Romanos 8.38-39


          Vivemos tempos difíceis. O Senhor Jesus já havia dito que no final dos tempos o amor de muitos esfriaria e isso inclui a igreja.

          Tenho observado quantas pessoas conheço que se afastaram do evangelho ou estão indiferentes. Não se animam mais com nada, com a novidade de vida pela qual Jesus morreu, pelos dons que receberam e não os exercem porque lá trás foram feridas e hoje não querem mexer na ferida para curar. Essas pessoas perderam a convicção do amor de Deus pela vida delas. 

        No livro aos Romanos escrito pelo apóstolo Paulo, mostra a certeza que Ele tinha em Deus. Paulo era um homem muito inteligente, influente, que reconheceu que nada mais era importante para ele do que servir a Deus. Nesta passagem, quantas situações ele coloca aqui para mostrar que nada absolutamente, nos separa do amor de Deus. Seria tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo ou espada? Quantas tribulações passamos e já desanimados. As vezes é uma angústia tão grande que nos sobrevem, ou ainda, uma perseguição e logo achamos que Deus não quer mais saber da gente. Quer algo talvez pior? Estar sem roupas e com fome e ainda sim ter a certeza de que nem isto nos separa do amor de Deus.

       Muitos cristãos nesta geracão estão perdendo suas convicções. Não tem mais fé o suficiente no Deus que um dia serviram. Se sentem um pouco do perigo, não acreditam que Deus os ama. E o que falar da espada? Cabeças rolando igual vemos retratados em filmes épicos. Você acreditaria que ainda sim, o amor de Deus ainda é o mesmo por você?

        E a palavra ainda diz que, em todas essas coisas, somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Só vencemos por Cristo. Só conseguiremos passar por dificuldades assim, se é que um dia passaremos como nos dias antigos, se tivermos a certeza do amor de Deus em nossa vida.

       Que possamos parar um pouco e refletir sobre nossas reais convicções de fé. Vamos pedir a Deus que nos ajude, que Ele renove nosso coração como no início de tudo. Estejamos certos de que apesar de tudo, nada nos separará do amor do nosso Deus.

Para meditacão: Mateus 24.9.12
Com amor
JS

Curtiu o Blog? Registre aqui!