quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Membros ou discípulos?

"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as naçoes, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santos, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias atee a consumação dos séculos"
Mateus 28.18-20

          A grande comissão foi a grande missão que Jesus nos deixou. Jesus já tinha morrido pelos nossos pecados, já tinha ressurgido e agora confiou em nossas mãos a continuidade do seu ministério. Sabendo que isto poderia ser algo bem difícil pra nós, Jesus deixou uma promessa de que estaria conosco para sempre.

          Honestamente eu já tinha lido milhares de vezes essa passagem mas só há pouco tempo eu tive um real entendimento do que Jesus quis dizer (e confesso: fiz bem ao contrário do que Ele pediu pra fazer).

          Eu não "ia". Eu era mais para o "venha". Eu não ia até as pessoas, eu era meio fechada e tímida então o "ide" era meio difícil para mim. Eu até pensava em ir, mas esperava que as pessoas viessem até mim. Eu era aquela igreja que não ia atrás de ninguém, mas "venham até mim" se quiserem.

         Fazer discípulos também. Eu estava mais para "fazer membros" da minha igreja, das minhas redes sociais do que de fato fazer discípulos. Para falar a verdade, eu observei na vida de muitos amigos que estão em outras igrejas, que as igrejas fazem mais "membros" do que discípulos de Cristo de verdade. Um membro, vai para a igreja, cumpre sua obrigação de estar presente nos eventos e todo mundo pensa que ele é um cristão de verdade. O que na verdade é um equívoco. Agora, um discípulo, faz tudo o que seu mestre, seu mentor faz e restransmite isso para seus liderados. O discípulo é aquele que diz "eu quero ser igual a ele", e o discipulador, é um espelho e tem que ser aquele que diz "seja como eu" e dessa forma, ensina como guardar todas as palavras que Jesus ensinou. Paulo mesmo foi um exemplo: foi ele mesmo quem disse "sede meus imitadores como eu sou de Cristo" (ICo 11.1). As vezes congregamos num lugar, que estamos ali só porque não temos outro lugar para ir e ainda assi não queremos ser como os líderes de lá. Será que realmente estamos sendo discipulados ou discipulando a luz da Palavra de Deus? Vamos refletir aonde temos falhado.

         Hoje, pela graça de Deus eu consigo "ir", consigo me aproximar com maior facilidade de pessoas que jamais pensei e isso me traz a responsabilidade de não ganhá-las apenas para Jesus, mas de cuidar bem delas e fazê-las discípulas de Cristo e não membros de igreja. Não foram membros de igreja que continuaram com a missão de Jesus, mas discípulos de Cristo, totalmente comprometidos com a visão de Deus em proclamar o evangelho e morrer por esta causa. 

       Foi por pessoas assim que o evangelho chegou até nós. Muitas vezes ser apenas um membro de algum lugar nos torna solitários, sem alguém que ande a segunda milha e que cuide da gente. Oro a Deus para que sua Palavra se revele a cada dia e que não nos contentemos em ser membros ou  simpatizantes de alguma igreja, mas sim, discípulos que odedecam a grande comissão: indo, discipulando, batizando e ensinando todas as palavras que Jesus deixou. Que o Senhor nos ajude a sermos fiéis na missão que ele nos confiou.
Shalom
JS

Curtiu o Blog? Registre aqui!