quarta-feira, 5 de maio de 2010

Experiência na rocha ou na areia?

Uns gramas de experiências valem mais do que uma tonelada de teorias” James A. Stewart
Jesus se baseava sempre na experiência e não em teorias”. Mathew Amoldi.


          Essa semana começou me surpreendendo.
         De domingo para cá, tenho refletido bastante sobre as adversidades que passamos, sobre como somos provados. Tenho refletido sobre quem são os amigos verdadeiros quando não temos glória nenhuma. Tenho pensado no que Jesus falaria, que atitude teria.
          Ao mesmo tempo, penso que Jesus também passou por provações (muitas e incomparáveis às nossas). Ele também foi testado como homem e graças a Deus deixou o maior exemplo de humanidade e humildade como filho de Deus e como homem.
          As frases acima, eu acabei encontrando em um livrinho que deixo em cima da mesa no escritório. Há muito tempo não lia este livrinho, quando me deparei com essas frases. É como se as palavras saltassem do livro para mostrar o como faz sentido para mim no que tenho vivido esta semana. Experiência é bem diferente de teoria. Enquanto alguns “filosofam” a bíblia, outros experimentam.
          Semana passada eu comentei que o Senhor falou com meu esposo e eu acerca de preparo, de treinamento. Pois é, as aulas já começaram e Deus foi mais rápido do que eu poderia imaginar. De um modo doloroso e espantoso, o fogo de Deus já está passando sobre nós para nos refinar. Deus não quer que sejamos “teóricos”, mas sim, experientes; pessoas que pregam o que vivem; pessoas que são verdadeiras em suas palavras. Deus quer que, sejamos experientes para ensinar aos mais jovens. Deus quer que sejamos um testemunho vivo, daquilo que Ele pode fazer, daquilo que Ele já fez e daquilo que Ele vai fazer.
          Anteontem mesmo, eu ouvi também duas mensagens a respeito de construção, de construir alguma coisa. Onde estamos construindo aquilo que valorizamos? Onde estamos construindo o nosso testemunho? Na rocha ou na areia?
          Uma pessoa que constrói alguma coisa na rocha, sabe que, construindo lá, sua construção vai permanecer firme porque foi firmada na rocha. Outra, crê que, se construir na areia, sua construção também vai se manter, até que venha o mar ou o vento e a destrua. Porque alguém , sabendo disso, construiria mesmo assim algo sobre a areia?
          Por ignorância ou por beleza. Por que não buscou conhecer, ter experiência com o Senhor. A bíblia diz “errais por não conhecer as escrituras e nem o poder de Deus”. Esse texto, fala de falta de posicionamento, de atitude que leva o cristão a errar. É óbvio que uma construção na rocha permanecerá, mas porque tantas pessoas ainda constroem na areia? Existem também a beleza do mar. A aparência que nos engana, e por fim, pode nos levar a ruína.
          Deus pode permitir algumas situações na nossa vida que nos custe alguma coisa, que nos fará perder algumas coisas, porque Ele quer que a gente cresça. Deus quer que experimentemos mais Dele e teorizemos menos.
            Eu realmente me sinto provada nessa área. Preciso experimentar mais de Deus e firmar minhas construções na rocha para que, o Senhor tenha prazer na minha alma.  

"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventose deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha.
 E todo aquele que ouve estas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína"
Mateus 7.24-27

Com amor
Jack

Curtiu o Blog? Registre aqui!