domingo, 25 de abril de 2010

Colocando por terra os ídolos e tronos fiz

Oi pessoal

          Hoje vocês não vão ler algum estudo bíblico ou texto inspirado. Hoje mesmo eu estava pensando sobre o que eu poderia postar e decidi então compartilhar com vocês a respeito de nossas falhas humanas, limitações e “deuses” que adoramos e nos afastam, pouco a pouco, de Deus. É por isso que o Senhor trabalha em nós em todo o tempo. Então, vou falar de mim mesma.
         Essa semana, foi uma semana muito tumultuada para mim. De 5 dias da semana, 3 foram de lutas. Eu diria até 3 X 0 para o inimigo, pois infelizmente desta vez, ele venceu. Por cansaço, falta de disciplina em buscar ao Senhor, não orei, não li a bíblia e quando a luta veio, me derrubou (por favor, lembrem-se de Jesus e não façam como eu).
         Sou muito indisciplinada. Não consigo ser metódica no meu dia a dia. Não consigo fazer as coisas dentro de um quadrado. Gosto de fazer as coisas dentro do meu “compasso”, do meu jeito, no meu limite. Gosto de cores e não preto e branco. Gosto de agitação e não silêncio. Por causa disso, todo mundo que está ao meu redor, é super disciplinado: meus líderes, minha chefe e até o meu marido. A “lixa” de Deus está passando por mim e por todos os lados. Por mais que eu reclame ou fique triste, eu sei que Deus me ama e por isso me corrige.
         Com a semana que tive, fiquei bastante triste com muitas coisas e desanimada também. Quando a gente está envolvido na casa de Deus, quando estamos ali para ajudar a obra a crescer, é impressionante as coisas que acontecem ao nosso redor para nos abater, e se não estamos focados em Deus, facilmente caímos. Confesso que, nessa experiência recente, estive fazendo as coisas mais por que eu tinha assumido o compromisso do que fazer para o Senhor. Resultado: foco nos homens, coração entristecido.
        Fiquei brava também. Tão trava que fiquei irada, e quando menos esperava, estava ficando até com ódio (misericórdia). Todo o tipo de pensamento maligno o inimigo estava minando a minha mente. Tive que parar de pensar, fazer outra coisa e ainda orar a Deus dizendo: “tem misericórdia de mim Pai, porque eu não sou assim”. Eu não quero ser cheia de coisas que consomem o meu coração para o mau, mas quero ser cheia de Deus.
       Graças a Deus, que mesmo quando estamos assim, com o coração duro, Deus fala porque Ele é Deus. No meu caso, além de falar Deus “puxou” a minha orelha..rs
       Ontem mesmo foi assim. Recebi uma notícia do meu líder que me deixou muito brava e muito triste. Fiquei assim, calada, só digerindo as palavras. Ainda fomos na casa dele comer pizza e mesmo assim, meus pensamentos voltavam para mim mesma e eu ficava em silêncio esperando o que aconteceria no futuro com a informação que ele tinha me falado. 
        Ai o Senhor me trouxe a memória, ontem mesmo, a canção de Bob Fitts “I will bow to you”. Enquanto conversava por longo tempo com meu esposo sobre aquela situação que me deixou tão perturbada, logo após, senti no meu espírito o sussurro de Deus que dizia: “você precisa colocar por terra todos os seus deuses, o do orgulho, o do sono..”. “Deuses”, era tudo o que eu não esquecia.
        As vezes não percebemos quantos “deuses” levantamos para nós mesmos que pouco a pouco, nos afastam de Deus. Os "deuses" são as coisas que adoramos, que gostamos e que ocupam o trono de Deus, o lugar do Senhor na nossa vida. Achamos que estamos na presença do Senhor, quando na verdade estamos nos enganando a nós mesmos. Confesso que adoro dormir nas horas de folga e sou bastante orgulhosa. Se eu puder escolher entre dormir e comer, prefiro dormir. Se alguém me deixa brava, ainda mais por algo que não fiz, sou bastante orgulhosa em ir atrás dessa pessoa para acertar os ponteiros. Espero ela vir até mim. Mais uma vez, não façam isso, Deus está me moldando.
         Hoje mesmo, ainda sentia no meu coração a palavra do oleiro. Eu tinha e tenho que descer ainda mais à casa do oleiro. Quando o vaso está empoeirado, rachado pelas coisas deste mundo, o oleiro quer fazer o vaso de novo, para ser um vaso novo. Ele vai triturar o vaso antigo, vai moer, mas depois o vaso ficará lindo, ainda descansando para secar, para só depois desse tempo, ser usado pelo oleiro.
        É isso aí. A gente precisa confessar para ser sarado. A boa obra o Senhor já começou em mim, na minha casa, e eu sei que Ele vai terminar. Acima de tudo, Deus é bom em tempo, em toda hora e em todo o lugar. Independentemente dos nossos erros. Ainda bem que Ele ainda tem paciência com a gente né!..rs

Com amor

Jack

Curtiu o Blog? Registre aqui!