segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Os valores de Deus

"Pois quando a sabedoria entrar no teu coração, e o conhecimento for agradável à tua alma,
O bom siso te guardará e a inteligência te conservará;
Para te afastar do mau caminho, e do homem que fala coisas perversas..."
Provérbios 2.10-12

          Hoje em dia é muito fácil ser "cristão". É uma moda que pegou até mesmo nas novelas. O que me preocupa é qual será o fim de todas estas coisas.
          Os jovens por exemplo, querem ser amados, mas não se dão o respeito. Trocam de pessoas como trocam de roupa. Querem o melhor de Deus para suas vidas, mas não oferecem sequer o que é decente para Deus. "Ficam", "pegam", passam a mão aqui e lá e depois reclamam que "Deus não os abençoou", ou ainda, questionam porque Deus não dá o melhor para eles. A desculpa talvez você já ouviu falar: "estou carente". Para mim isto se chama safadeza.
          Ainda há aqueles que são provados em suas palavras e não percebem. Terminam relacionamentos por exemplo, e depois falam que estão esperando com paciência no Senhor (Salmos 40). O namoro mal acabou e já estão de conversa com outras pessoas. Aonde fica a passagem em provérbios que nos ensina a guardar o nosso coração? (Pv 4.23) Que espécie de Salmos 40 estão vivendo?
          O que dizer quando nos deixamos ser vendidos? Abrimos mão facilmente desses valores divinos para nossa própria ostentação. E o que dizer do suborno? Quando é mais fácil pagar do que cumprir a lei.
          Estou reflexiva quanto como temos defendido os valores de Deus. Falamos o que queremos, mas não vivemos o que deveríamos viver.
          Tudo se tornou muito fácil. Não se prega mais sobre a volta de Jesus, não se chama mais o pecador ao arrependimento porque tudo "é normal" nos dias de hoje. Afinal, as coisas mudaram, são os tempos modernos que queremos aplicar na palavra de Deus. Adaptamos a palavra ao nosso estilo de vida e não o contrário, quando deveríamos ser confrontados e viver a maneira de Deus. 
          Estou reflexiva porque é difícil ver alguém que brigue, que defenda os valores do céu. Aquilo que é importante pra Deus não somente para viver uma vida longe do pecado, mas porque amamos a Ele, amamos o que Ele fez, amamos saber que graças a morte de Jesus, um destino foi colocado a nossa escolha seja ele ir para o céu ou não. Podemos escolher viver pela graça do nosso Deus vivendo o que Ele nos chama para viver uma vida correta, pura, uma vida decente, ou podemos ignorar tudo isto e viver a nossa maneira. Depois não adianta reclamar sobre as consequencias.
          Talvez este não seja um texto tão suave como poderia ser, mas precisamos sair de cima do muro. Precisamos parar de nos enganar a nós mesmos e entender que estamos vivendo dias difíceis que serão diferentes daqui há há dez anos. Até lá, o que você poderá dizer sobre os valores de Deus na sua vida?
Para meditação: Todo o livro de Provérbios.
Com amor
JS

Curtiu o Blog? Registre aqui!