domingo, 30 de janeiro de 2011

Poder na fraqueza


Se na fraqueza do meu ser, que manifesta teu poder, eis-me aqui*...” A letra desta canção parece ser sem sentido, mas expressa o cuidado de Deus descrito em sua palavra. Você pode ser perguntar: “Deus se manifestando nas minhas falhas, nas minhas fraquezas?. Impossível”. Criamos a imagem de um Deus Todo Poderoso que se preocupa com os fortes e valentes, e quando nos vemos vulneráveis, nos sentimos afligidos, é fácil nos convencermos de que o poder de Deus não opera em nós. Acaba sendo mais fácil fingir que está tudo bem ao invés de se voltar para Deus.
Poder e fraqueza. Duas palavras tão diferentes em uma mesma frase, mostrando o quanto Deus é maior em nós, quando somos tão mínimos, tão pequenos. Várias e várias vezes me sentia assim, tão pequena, sozinha, insignificante...na minha igreja era como se fosse “só mais uma”...não sentia que estava fazendo diferença na vida das pessoas. Quantos momentos existiram em que me via sem chão e me via muda sem conseguir adorar a Deus pelos momentos que eu estava passando. Eu também errava ao colocar minhas expectativas em pessoas. Me via mergulhada em decepções ao invés de mergulhar na palavra de Deus. O futuro para mim, era algo muito distante, inclusive do poder de Deus.
As vezes você pode se sentir assim. Até o  que aparenta ser o mais forte, também tem suas falhas e não importa quem você seja, Deus não rejeita o coração quebrantado, que reconhece seus limites, vê aonde errou e se volta para o Pai.
O apóstolo Paulo fala sobre isto. Ele mesmo tinha um espinho na carne, uma enfermidade que se tornou uma luta para ele. Ele orou três vezes para que este mal não viesse sobre a vida dele e mesmo assim Deus permitiu para que Paulo reconhecesse que tinha uma falha e que dependia de Deus. Paulo é conhecido como um “super apóstolo”, alguém inteligente e eloqüente onde pessoas até hoje se espelham ou são influenciadas por ele. Paulo, por sua vez, se via influenciado e dependente unicamente de Deus e mesmo sendo um “grande” homem, tinha a humildade de reconhecer Deus em sua vida.
Deus estava aperfeiçoado seu poder na fraqueza de Paulo. Se Paulo não tivesse uma fraqueza, se ele fosse “perfeito”, se fosse auto confiante demais, ele poderia se exaltar e seu coração poderia se perder lá na frente, para aquilo que Deus tinha para a vida dele. Quantos de nós temos limitações, situações difíceis permitidas por Deus para que dependamos dele para aquilo que Ele tem lá na frente? Se Deus assim o faz, é para seu poder ser manifestado em nós!
Quando nos sentimos tristes, incapacitados, mas firmes com Deus, é neste momento que o Senhor opera em nós. É neste momento que ele vem para nos dizer que “minha graça te basta”. Se temos a graça de Deus não precisamos de mais nada. Não precisamos de holofotes, de estar cercados por pessoas interesseiras. Não precisamos passar a vida lamentando o que não pode ser mudado. Não precisamos ter nossa adoração calada. O que mais poderíamos querer, quando temos a graça de Deus, isto é, seu favor imerecido? Deus escolhe as coisas que não são para confundir as que são (I Co 1.27). Todos os momentos da nossa vida precisam viver a graça de Deus para que o poder de Cristo habite em nós. Que a cada dia, quando se sentir fraco, você possa dizer “eu sou forte” (II Co 12.10).

E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo

* “Eis-me aqui” – Diante do Trono

Curtiu o Blog? Registre aqui!