quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O papel da igreja nas tragédias


Graça e Paz a amados irmãos
           Ainda estou chocado com o que tem acontecido no Rio de Janeiro e São Paulo. Por causa da chuva, esses dias eu me levantei chorando... isso é muito triste.... e infelizmente hoje eu vejo uma igreja apática, uma igreja que fica criticando uns aos outros que fala mal de outras denominacões e ficam brigando por cargo na igreja. Eu pergunto o que você tem feito para ajudar o seu proximo? Será que essas pessoas que não estão indo mais para os cultos talvez seja porque não encontram mais uma igreja verdadeira, compassiva e misericordiosa? Só encontram pastores e líderes que pregam religião, dogmas que não são pautados na Bíblia e acabam colocando ainda mais fardo nas pessoas.

           Precisamos de uma igreja nova uma igreja com as bases de Cristo e não de homens que querem colocar peso sobre as pessoas ou apontar erros e falhas. Quero fazer uma pergunta: quantos de nós já fomos para igreja obrigados

por ter um cargo, com medo de o pastor brigar ou o líder pegar no pé e quantos são parte dessa noiva de Cristo pura e santa? Será que vou para igreja por obrigação ou por amor a Deus?

           É tempo de vivermos o evangelho de Cristo e não os conceitos errados que são passados de geração a geração. Milhares de pessoas morrem sem Cristo. Essas tragédias recentes também falam por si só: dezenas e dezenas de pessoas foram ceifadas nessas enchentes, sem ter entregado suas vidas para Cristo.


           Hoje em dia as pessoas que frequentam igreja não são mais pessoas ignorantes, sem cultura, conhecimento. Muitos são questionadores, formadores de opinião ou tem formação universitária e pessoas assim perguntam para pastores e líderes sobre coisas que acontecem nas igrejas e estes não sabem responder. Por exemplo: “Pastor porque tem isso na igreja sendo que não está de acordo com a bíblia?)

           Sera que estamos prontos para receber está geração que quer viver a palavra de Deus e não uma religião?

           Quero terminar perguntando o que nós temos feito ajudar nosso próximo. Que diferença estamos fazendo nessas tragédias que estão acontecendo?


           Que isto sirva que oportunidade para deixarmos nossa marca como exemplo de Cristo.

Renato Sales

Curtiu o Blog? Registre aqui!