segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Muitas "Martas", poucas "Marias"

"Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada" - Lucas 10.41-42 

          Toda semana em minha casa nos reunimos para estudarmos um pouco da palavra ministrada no domingo e é um tempo bem legal de aprendizado e crescimento. Nós, como anfitriões, queremos que a casa esteja arrumada e limpa quando as pessoas chegarem. E quando elas chegam, queremos servir algo como um lanche ou um café, para que se sintam bem. 

       Ficamos atentos a tudo para que quem chegue a nossa casa se sinta bem o possível, pois queremos que eles voltem! As vezes quem vem em nossa casa, quer apenas o nosso ouvido, nossa companhia para compartilhar seus problemas e ainda assim, caímos no erro de analisar a estrutura da casa como se isso fosse fundamental para nosso visitante. Com Jesus não foi diferente. Outro dia mesmo ele se hospedou na casa de uma mulher chamada Marta. Marta tinha uma irmã chamada Maria que estava atenta as palavras de Jesus. Enquanto isso, Marta estava preocupada com a casa, com a "estrutura" na qual se encontrava Jesus. Parecia ser uma dupla imbatível, enquanto uma cuidava de algo importante como a estrutura, a outra cuidava de "fazer sala" para uma visita tão importante.

      Imagine que na casa havia muita coisa ser feita com Jesus já ali presente. Marta se agitou pensando "Puxa, minha irmã bem que poderia me ajudar. Estou muito cansada e é injusto ela não fazer nada". Até que ela pede pra Jesus ajudá-la dizendo "Senhor, não é importante ver que minha irmã me deixou sozinha? Pede pra ela me ajudar por favor!" Jesus, com sua voz suave e poderosa diz: "Marta, você anda tão preocupada com tantas coisas, mas só uma na verdade é importante e essa Maria escolheu e não será tirado dela"... Acho que Marta ficou inconformada com as palavras de Jesus! 

          Marta queria uma ajuda do tipo "aqui e agora" e Jesus mostrou que havia algo mais importante do que cuidar da "estrutura" de onde ele estava. Ele queria passar tempo com elas, mas só Maria escolheu passar tempo com ele também. Será que ela amava o serviço a tal ponto de se preocupar em servi-lo mais do que estar com ele??? Podemos criticar Marta e até ficar com raiva dela pensando "Ei acorde Marta, é Jesus na sua casa"! Seja qual foi o motivo, Jesus disse pra ela que havia algo mais importante do que tudo e ele queria que ela também escolhesse também a melhor parte. Aquilo que ganhamos com Cristo é a parte que não é tirada de nós! 

      Quantas Martas, pessoas ocupadas e preocupadas, agitadas, ansiosas existem em nosso dias? Gosto de pensar também que, Maria, enquanto estava com Jesus não estava sozinha enquanto há muita gente ocupada sem ninguém para "dividir a carga". Quantas "Marias" conhecemos em nosso círculo de amizades?? Nós mesmos, somos mais "Marta" ou "Maria"? Pessoas que abrem mão de tudo, simplesmente estar com Ele! Servir é importante, Jesus mesmo deixou seu exemplo de serviço, mas as vezes Ele quer somente que estejamos com Ele. Deus quer que estejamos com a mente em paz, em descanso para ouvir suas palavras. Não podemos ser sufocados em fazer tanto para Deus, até mesmo ficando sozinhos no final das contas, tão cansados e cuidar tanto da aparência, do exterior, daquilo que as pessoas vão ver e esquecer de cuidar do nosso espírito e estar em paz com nosso Senhor. 

         Em Mateus 13 (1-23), Jesus fala da parábola do semeador e fala algo que lembra as "Martas" de hoje: "O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra e fica infrutífera". É possível que estejamos infrutíferos em alguma(s) área(s), simplesmente por estarmos sufocados com as riquezas (adquirir mais e mais qualquer coisa), e com as preocupações da vida. Agora, sejamos honestos, é impossível também não desejar ser rico ou impedir alguma preocupacão, mas o que Jesus nos ensina é que isso não é o que deve tomar o tempo em nosso coração enquanto Jesus está conosco. Se ele está entre nós, sua vida e suas palavras é o que tem que nos satisfazer. 

"Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" Mateus.3.33

Curtiu o Blog? Registre aqui!