sábado, 17 de novembro de 2012

Pausas - II

Oláaaaaa

        Depois de algum tempo de "Pausas", colocarei a continuação dessa linda mensagem graças ao meu calendário (no verso de cada mês a uma palavra de motivação e "Pausas" foi uma delas). Nunca tinha observado como a pausa na música, tão necessária, é como a pausa de Deus nas nossas vidas. Pausa, não fim de tudo :)

********

         Podemos ser tentados a pensar que só existe música enquanto algum instrumento está soando. Grande engano!
         A música é o ajuntamento harmonioso de sons e silêncio, cada um no seu lugar, produzindo um efeito específico conforme o propósito do compositor. No lugar errado, porém, abafam, ou até anulam, esse efeito. Assim, a pausa também é música. Só porque em algum ponto há silêncio, não significa que a música terminou. Os momentos em que Deus nos coloca em pausa também não significam que a obra de Deus em nós, e através de nós, parou. Preste atenção na partitura que o Grande Compositor lhe entregou -  a bí8blia, e preste atenção também, muita atenção, nas mãos do Maestro, o Espírito Santo. Cedo ou tarde ele apontará para você, lhe dizendo para entrar em ação conforme está escrito no livro da música da vida, e então é hora de voltar a agir. 
          Podem ser umas poucas e suaves notas ou trechos de difícil execução, tudo tem sentido na obra do Criador. Talvez haja momentos em que Deus lhe diz para ficar em segundo plano ou até em silêncio. Não desanime! Vá seguindo as orientações escritas na sua Palavra e tenha certeza de uma coisa: a obra de Deus não terminou. Descanse, aprecie a música dos outros à sua volta e espere em Deus. Ele continua operando nas pausas, talvez até mais do que quando você tocava febrilmente uma sucessão de notas. 
          Descanse na certeza de que aquilo que Deus começou não terminará em um vazio sem sentido, mas levará todos para o "Grand Finale" e o tão desejado aplauso final." JB

Curtiu o Blog? Registre aqui!